Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

31
Dez14

04 - BALANÇOS, RETROSPECTIVAS, PREVISÕES E ISSO


Mac

 

 

 

estava para aqui a pensar se faço o balanço do meu ano, que não vos interessa, se explano as resoluções, que não tomei e nunca cumpriria, se listo os meus projectos, que não vos dizem nada, se faço uma lista do melhor do ano, do pior e do assim assim . se eu sei e sempre soube, que o melhor do meu ano, de todos os anos passados e dos que estão para vir, são os meus filhos e esta minha família . o resto é vida para viver com coisas boas, coisas más, coisas para resolver, coisas irresolúveis, pessoas que quero manter, outras que quero bem longe, em suma, vida . e isso não se lista, numera, ou classifica . pelo menos por mim . pelo menos este ano . 

 

minhas pessoas queridas, desejo de todo o coração que tenham um 2015 espectacular, cheio de coisas boas, que sejam felizes, tenham amor bom e se realizem.

 

um bom ano!

30
Dez14

25 - AS FLORES, O GATO, O NIRVANA E EU


Mac

  

 

 

 

 

 

   

 

Por estes dias transplantei bolbos, também fiz outras coisas, mas pronto. Dizia eu que transplantei bolbos e passei-os do sítio onde estavam, para um canteiro longe dos territórios que o gato roedor de Jacintos tomou como seus. Confirma-se, o gato Wolfgang que habita estas paredes, distrai-se a roer Jacintos. Está um feio. Vai para aquela zona, quase em cima do sítio onde tenho os Jacintos, Túlipas e Narcisos, portanto, tudo quanto são bolbos, e faz as suas necessidades, ao ar livre portanto, até parece que não tem uma caixa de areia toda janota, mas está bem, então faz ali as suas necessidades e depois tapa-as com terra, a seguir fixa os meus Jacintos e depois salta-lhes em cima, como se eles fossem o inimigo, o demo, ou uma presa, a seguir dá-lhes umas patadas e depois morde-os. Eu vi, ninguém me contou. E esta dona, depois de ver aquilo, pegou nos seus oitenta e dois bolbos, lindo número, e levou-os dali para acolá, longe das garras e dentes do gato Wolfgang. Também aproveitei para passar para taças os que já floriam e tirar das taças os que não querem florir ou já floriram. A ideia é ter em casa as taças cheias de flores lindas e cheirosas. E com folhas inteiras, já agora.

 

E como gosto de usar os bolbos de Jacintos para os arranjos de Natal, centros de mesa e tal, passo esta época do ano a mudá-los de taças, suportes e tal, com alguma frequência. Ora é esta que quero naquele jantar, ora é a outra que quero naquele canto, ai mas esta já os tem floridos e ficavam melhor na mesa e o coiso, então para facilitar, em vez de plantar os bolbos directamente numa taça, forro a taça com um saco de plástico e cada vez que quero mudar de taça uma série de bolbos, é só pegar no saco de plástico com a terra e os bolbos e mudar de taça. Isto poupa-me trabalho, não danifica as raízes das plantas, que a cada muda, sofrem qualquer coisa, e serve para diferentes tamanhos de taças. Claro que além da terra, ponho cascalho no fundo do saco, para drenar eventual excesso de água.

 

O que se quer é bolbos bonitos e saudáveis e não apenas flores que aguentam um par de dias. Fica a dica.

26
Dez14

83 - O NATAL JÁ ERA, LAI LAI LAI


Mac

 

  

 

 

 

para a decoração da mesa de natal, voltei a insistir na fórmula bolbos de jacintos, a que juntei apenas umas pinhas . o pinterest é muito amigo das ideias, é, é . e repeti a coisa das velas espalhadas, mas com menos velas e ninguém se queimou . portanto uma novidade . comemos muito, quase nos arrependemos, mas desculpámo-nos com o natal que é quando um homem quiser . e uma mulher também . que se danem as dietas, o verão é daqui a seis meses e até lá faz-se ginásio, cose-se a boca e amaldiçoa-se o açúcar . desejámos muitos feliz natal aos que amamos e rasgámos papéis . reclamámos por nunca nos lembrarmos de embrulhar já montados os brinquedos que vêm desmontados, nem de pôr pilhas aos que vêm sem pilhas, nem de desatar os arames aos que vêm presos às caixas com arames do demo . não, nem sempre apetece fazer puzzles sob pressão de uma criança a desejar aquele brinquedo, assim que o desembrulha . nada de novo .  demos beijinhos e ontem foi dia das crianças brincarem com os brinquedos novos . nada de novo .

 

nada de novo, mas foi um natal bem bom .

 

e eu cá adoro estes dias após natal em que não tenho de cozinhar, se assim me apetecer . comem-se restos e ainda se congelou o que é possível congelar . sodona pode ir de férias à vontade, que eu cá tenho refeições para uma semana . estou uma fina . 

 

e já tomei grandes resoluções para o ano que vem aí . no próximo natal porei pilhas nos brinquedos, montarei tudo quanto vem desmontado e desatarei de arames tudo quanto vem atado, antes de embrulhar . também retomarei a sério o ginásio . acho . ou a brincar . deve ser mais por aí . mas o que interessa é a intenção das coisas, não tanto a realização . ah e tal de intenções está o inferno cheio, ou lá o que é . e então? deves ter muito a ver com isso, deves .

24
Dez14

81 - É NATAL, É NATAL, LAI LAI LAI, LARAILAILAI


Mac

 

 

 

 

 

e de repente já é quase natal outra vez e eu não dei pelo tempo a passar . este ano passou-me tão depressa, depressa demais para aquilo que eu gosto . não sou dada a grandes velocidades na vida . e de repente já era quase natal e eu sem os presentes comprados, as refeições destinadas para os dias especiais e tudo . não me apetecia o natal . não este ano . e de repente apeteceu-me e fiz natais expresso, organizei jantares, decorei a casa, fiz as compras, meti-me em filas, fugi delas, comprei papel e embrulhei tudo em casa, esqueci-me do bolo rei, mas lembrei-me das minhas pessoas, as que quero para sempre no meu coração e na vida, e tudo espremido, é isso que interessa, o resto leva-se, empurra-se, resolve-se e vive-se.

 

agora, como diz uma querida amiga, é tempo de renovação, vou arrumar as tralhas, vou pôr laços nas coisas bonitas, vou limpar a casa, pôr o lixo na rua e acender velas perfumadas, vou pedir desculpa e perdoar.

 

é natal, pessoas, passem-no muito bem, sejam felizes e façam os vossos felizes, ataviem-se em azevias, filhoses e sonhos, que eu cá vou fazer o mesmo. 

 

feliz natal!

22
Dez14

80 - É NATAL, É NATAL, LAI LAI LAI, LARAILAILAI


Mac

  

  

 

 

  

 

 

 

 

mais uns passos em direcção ao natal que se quer pronto e despachado de preparativos, compras, pormenores, coisas e coisinhas, e embrulhei os presentes que não tive paciência para esperar que me embrulhassem . e está muito bem assim, afinal aquilo é tudo para rasgar .

 

mais uma vez, hoje de manhã plantei-me à abertura das lojas, afinal ainda me faltam umas cenas. todos os anos a mesma coisa . faço uma lista dos que quero presentear com o que quero dar e mais isto e aquilo . depois quando dou por terminada a coisa, pois que não, falta sempre qualquer coisa. e pelo andar da carroça, estou a ver que ainda consigo deixar umas compras para o dia 24 de manhã . estou sempre a superar-me. qualquer dia, faço as compras para a ceia no dia 26 .

19
Dez14

30 - NOTAS SOLTAS DE PENSAMENTOS MUITO ELEVADOS, MAS QUE NÃO ME APETECE EXPLICAR, JUSTIFICAR, DESENVOLVER E ISSO


Mac

as sextas-feiras são-me sinónimo de cabelo arranjado, bolo novo e do cheiro dos lençóis lavados . do detergente que cheira a sabão . daquele que gosto . e da alfazema que ponho nos armários . gosto das sextas-feiras e de tudo quanto lhes atribuí . destas manhãs com céu azul . gosto de ir para a cozinha e preparar o doce das sextas-feiras . gosto do cheiro dos bolos que faço às sextas .  gosto deste cheiro que fica pela casa . e de ir buscar o filho pequenino à cama e cheira-lo . ainda cheira a bebé . gosto das nossas conversas ao acordar dele . piegas . em surdina . só nossas . bom dia amor tão grande da sua mãe, que soninho tão bom . gosto de ir acordar o mais velho, agora em férias e a poder preguiçar até mais tarde . gosto de saber que mais logo vamos estar todos juntos em família . esta minha família que é o meu norte, o meu sul, o meu este e o meu oeste . gosto desta espera pelo fim do dia . depois todos em casa, a cozinha a cheirar ao jantar, as séries na calha para o serão, que vamos ver com chá nas canecas, a lareira acesa e este cheiro da terra molhada misturado com madeiras queimadas de que gosto tanto . gosto deste meu lugar . e de lugares comuns .

 

a minha rica sodona interrompeu-me os pensamento elevados, assim sem mais, à bruta, diria mesmo, e vai e diz assim, ah e tal e tal, e ainda e tal, e no fim, e tal, e os amigos do coiso disseram-me assim ó tia bibibicoisinha . e eu ali a olhar para a pessoa, a pensar nos cheiros de que gosto e o pão, o bolo, as minhas memórias e sou atirada para isto? tu queres ver que ainda tenho de tratar sodona por tia? por Deus, pessoa, por Deus . pintei as unhas de preto . depois fui jardinar . não foi boa ideia . o frio magoou-me a cara . esqueço-me sempre do hidratante . do protector solar também . vou acabar cheia de rugas . claro que vou, com ou sem hidratante . a velhice dos que amo, dói-me . a minha não . é-me indiferente . também estraguei as unhas . mas não tive que tratar ninguém por tia . 

 

e afinal há dias em que os cheiros são a coisa mais importante da minha vida . o cheiro dos meus filhos, da minha casa e da minha vida . já o disse . 

18
Dez14

59 - DA BIPOLARIDADE DE CADA UM, SÓ CADA UM SABE


Mac

 

 

 

 

 

 

 

 

adoro esta época do ano, menos do que o verão, mas de certeza mais do que o resto do inverno . é aquela coisa do inverno antes do natal e o inverno depois do natal, lailailai e só gosto do inverno até ao natal e depois do natal não lhe vejo razão de existência, lailailai, e dizia eu que adoro esta época do ano, todos os anos adoro, é verdade, mas este ano, mesmo adorando, não me está a apetecer muito fazer o natal . quer dizer, não me apetece como nos outros anos . espero que isto me passe . não me quero tornar naquelas pessoas que não gostam do natal . isso também não . acho que a partir do dia em que somos mães, deixamos de ter algumas vontades próprias - bruxo, mac maria, bruxo - por mim, este ano não fazia nada, não me apetece e não estou motivada, mas faço, porque há filhos a precisar de natal, a querer natal e a acreditar no natal . com toda a certeza também houve natais que não apeteceram à minha mãe e avó, houve sim, nós éramos tantos, como era possível ter sempre vontade de tanta gente tão barulhenta? mas eu não dei por isso . bem que podia existir uma coisa que fosse o natal instantâneo, assim uma coisa rápida, como aqueles bolos de pacote que é só juntar água, ou lá o que é, assim uma coisa fácil de decorar, armar, organizar e isso, e ainda mais fácil de desmanchar . fica a ideia para aquelas pessoas que gostam de inventar coisas de que ninguém precisa .

 

vou comprar papel, para embrulhar as mil e uma cenas que comprei e não tive paciência para esperar que me embrulhassem . e fazer figas para que a vontade de natal volte depressa, pelo menos a tempo do natal . 

18
Dez14

92 - CROCHÉ, COLAGENS, TRICÔ, FILET, BRICOLAGE E COISAS ASSIM


Mac

 

 

 

Resolvi fazer uns sacos de aquecer com sementes. Tenho dois que comprei há uns anos, mas achei que é daquelas coisas que é tão fácil de fazer, que não vale  apena comprar já feito. São uma óptima alternativa ao saco de água quente, são práticos, giros e cheiram bem. Ainda por cima, são um presente giro e baratíssimo. 

 

 

 

Materiais:

. dois rectângulos com 22X32 cm em tecido de algodão, para fazer o saco

. dois rectângulos com 22X32 cm de um outro tecido, para fazer a capa

. 500 g de sementes (linhaça, trigo ou arroz)

. 50 g de alfazema

 

 

  

Fazemos um saco em tecido de algodão branco, com cerca de 20 X 30 cm. 

Enchemos com as sementes que escolhemos, juntamos a alfazema e cosemos a abertura para fechar o saco.

 

[também testei com partes iguais de arroz e sementes de linhaça e resulta igualmente bem] 

 

 

{para aumentar, clicar nas imagens}

 

Depois fazemos a capa, que é só um segundo saco, que não cosemos de um dos lados. Convém ter umas capas para estes sacos, porque acabam por se sujar, mas não podem ser lavados, assim é só lavar as capas. Neste caso, usei uns panos da loiça que nunca foram bons panos de loiça, ou seja, daqueles que não secam a loiça, mas como os acho giros e ainda por cima têm para ali uns monogramas bordados, achei que davam umas boas míni capas.

 

Finalmente, pomos o saco com as sementes dentro da capa e está pronto, agora é só aquecer durante 3 mn no microondas e temos um saco bem cheiroso e quente durante cerca de 40 mn.

 

[convém testar o tempo, neste caso, para esta quantidade de sementes, são 3 mn, mas para outras quantidades, será outro tempo, além de que também depende da potencia do microondas, portanto não é boa ideia pôr logo muito tempo, porque o saco poderá queimar]

 

[ao fim de uns anos de uso, as sementes começam a desfazer-se, nessa altura é só descoser o saco, deitar fora as sementes velhas e voltar a encher com novas]

17
Dez14

23 - OS FILHOS, A CASA, O NIRVANA E EU


Mac

 

 

 

 

Ah e então que andas tu agora a fazer, Mac Maria, perguntam vocês. Não perguntam, mas faz de conta. E eu respondo, olha nada de especial, até porque aquilo que eu queria fazer, que é basicamente partir a parede da entrada e modificar umas coisas, eu, não, que não tenho estrutura óssea para fazer coisas em grande, nem músculos suficientemente desenvolvidos para encetar a coisa, mas mandar fazer, por aí, pronto, isso que eu queria muito, o meu marido perante a minha verbalização da mega ideia gira, olhou-me com cara de quem vai pedir para mudar de mulher. Não o percebo, aquilo era só deitar a parede abaixo, mudar a casa-de-banho social de sítio e já estava, mas pronto, perante a cara, achei que era melhor ficar calada, pelo menos para já. De maneira que ando desmotivada dos bricolages, trabalhos manuais e isso, e cinjo-me ao tricot.

 

Entretanto achei que ficava giro pôr os nomes dos meus filhos nos respectivos quartos, usando as letras em madeira, e gostei muito do efeito. 

 

 

___________________________________________

. letras em madeira do antigo Vassoureiro (agora um Hua Chang qualquer coisa)

. bambi da Area

. autocarro do Imaginarium

. Paddington do Harrods

. caixa para legos da Store

16
Dez14

29 - NOTAS SOLTAS DE PENSAMENTOS MUITO ELEVADOS, MAS QUE NÃO ME APETECE EXPLICAR, JUSTIFICAR, DESENVOLVER E ISSO


Mac

hoje quando ia a sair de casa, achei a minha mala muito pesada, não é que estivesse mais pesada do que nos outros dias, mas enfim .  então fui pesar a coisa: 3.200 kg de mala . homessa. 3.200 kg de mala é o mesmo do que andar com um recém-nascido no braço, com a agravante que o recém-nascido é fofinho e adapta-se a nós, e cheira bem, já a mala é só um tijolo com alças . então fui ver o que consta da minha mala pesada . só posso trazer aqui uma bigorna, isso ou muita tralha de que não preciso, pensei eu . e não conto mais, porque ninguém tem nada a ver com o que resolvo carregar por aí .

 

pronto, conto sobre três itens porque me parecem relevantes, o resto é cá comigo, a saber: um bloco A5 (para as listas de compras, tarefas e tal); um livro (porque acho sempre que vou estar num sítio à espera de qualquer coisa e as revistas dos sítios onde se espera qualquer coisa, são sempre de 1999 e eu se não estou a par da vida das bibis e babocas e isso, agora, também não preciso de saber o que fizeram há 15 anos); uma bolsa para retoques de maquilhagem e sos, com pouca coisa, a saber, uma terracota tamanho pequeno, 1 pincel e um batom (que não uso), cotonetes, alfinetes de ama (tenho a certeza que me pode acontecer uma coisa parva, como rasgar a alça de um vestido. nunca aconteceu, mas pronto), 1 lápis para os olhos, lenços de papel, perfume, espelho e pente, e dentro desta bolsa tenho um míni estojo com pensos rápidos para os filhos e uma outra com elásticos para o meu cabelo, porque me canso muito de andar com o cabelo solto, vai daí, se uma ida à rua se prolonga para além de duas horas, geralmente tenho de o amarrar, porque os cabelos soltos me põem coisinha dos nervos . concluí que posso tirar dali o batom e o livro, o batom porque não o uso, o livro porque pesa cerca de 300 g . portanto dois bons motivos . sim, pesei a mala e os conteúdos que dali podem sair . cheguei atrasada ao meu destino .  

 

tenho que fazer um corte radical ao cabelo

 

a minha rica sodona insiste em passar a ferro os turcos e eu já lhe disse que eles ficam óptimos e macios e cheirosos, saídos da secadora, que ao passar a ferro, sempre com o vapor no máximo, raça da mulher, deixa-os todos encharcados e ásperos . depois enfia-os no armário e ficam com um cheiro insuportável . a mofo . pfffffff . até lhe disse assim, 'sempre são menos umas coisas para passar, que sorte, já viu?' mas não, a minha rica sodona não acha que seja uma sorte e insiste em passar os turcos . já dei comigo tomada dos nervos a confiscar-lhe toalhas e isso, até os dobrei e enfiei no armário, mas ela foi lá busca-los e até me disse que andava tão cansada e esgotada da psique, que já punha os turcos no armário, sem os passar . ah a senhora já viu como anda a minha cabeça? até lhe pus para ali as toalhas todas moles no armário, e pronto andamos nisto . ela anda feliz e eu faço esfoliações diárias com turcos ásperos . 

 

não preciso de gastar euros em cenas marinhas com sal e algas, porque sem pele, já ando eu .

 

o filho pequenino ouviu o irmão a dizer coisas de adolescente a amigos adolescentes, e agora chama parva a toda a gente . é constrangedor . mas também é reconfortante . depende a quem é dirigido o parva .

 

não preciso de me preocupar com algumas pessoas

Pág. 1/3

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D