Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

03
Set14

18 - DIAS MUITO BONS


Mac

   

 

 

 

 

E tem sido assim a nossa vida, praia, piscina e um filho pequenino muito à vontade na água, e como ele gosta de água, e de rebolar na cama do pai e da mãe, e da banheira cheia de bonecos, porque o banho de imersão é muito mais divertido e os duches são para os dias de pressa; e de comer o creme hidratante, já o provei para perceber aquela mania, mas não, não é nada de especial, diria mesmo que é horrível, mas está bem; e brincar muito lá fora. Nos intervalos que a sesta ainda me dá, aproveito a sombra para ler qualquer coisa, passar os olhos nas revistas que adoro e faço croché, e aquela luz é tão zen que quase faço uma sesta também, mas pronto, dormir de dia nunca foi a minha praia. Quanto ao croché, estou a fazer uma almofada em forma de estrela para o quarto do filho mais novo. Não é que tenha a mania das estrelas, só um bocadinho. E fiz mais umas alterações à decoração do quarto do mais novo, outros cortinados, uns puxadores para o armário, uma parede à espera deste papel com estrelas, giro que sei lá, e mais umas coisas que quando estiverem supimpas, mostro.

 

E é isto.

01
Set14

17 - DIAS MUITO BONS


Mac

 

 

 

Então diz que o Verão à séria e do bom vem agora em Setembro, e como diz que sim e isso, eu cá acho que por aqui vamos continuar em férias, até o bom tempo se ir embora, ou até começarem as aulas, ou seja, vou continuar a praia que acho que os meus filhos ainda precisam muito, as idas à esplanada, os jantares a ver o pôr do sol e isso tudo. É que ontem esteve o melhor dia de Guincho das últimas décadas e de repente eu não me sinto preparada para largar os chinelos, biquínis, túnicas e afins, para alinhar os cabelos e largar os protectores solares. A verdade é que esta pessoa passa meses e meses e meses intermináveis e frios e chuvosos e feios à espera do Verão, ora quando ele aparece, não se pode deixar escapar assim na base da leveza, é aproveitar até já não ter temperaturas boas. É isso.

 

Portanto beijinhos e abracinhos, pessoas queridas, darei notícias, quando houver notícias, virei aqui, quando estiver perto daqui e mais ou menos isto.

 

 

[por acaso tenho imensas coisas para contar, mas pronto, o céu está muito azul, é isso]

Pág. 4/4

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D