Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

31
Out13

32 - COISAS QUE O GATO FAZ E QUE EU NÃO PERCEBO (MAS TENTO)


Mac

Ando aqui que já não aguento. O que se passa é o seguinte, meu bom Wolfgang, como qualquer mamífero, urina. Até aqui tudo normal. Também defeca. Igualmente normal. O que não acho normal é o cheiro de ambos os dejectos, quer dizer, até acho normal, o que não acho mesmo nada normal é já ter experimentado quase todas as areias aglomerantes disponíveis no mercado e a casa cheirar-me a xixi de gato e isso. Agora estou a pôr-lhe a Tidy Cats, que além de cara, também não me resolve a coisa dos cheiros. Já experimentei as das marcas brancas dos supermercados, com cheiro a alfazema e isso, mas cheirava à mesma. Também experimentei melhores, mas nada de melhoria quanto a cheiros.

 

Sabendo que lhe mudo a areia todas as semanas e retiro as cenas todos os dias, minhas pessoas que tudo sabem, há algum segredo para não cheirar ao ponto de andar para aqui com vontade de dar sabonetes a comer ao bom Wolfgang? 

 

 

[por estas e por outras é que não entendo quem tem vinte gatos e cinquenta cães, eu não sou capaz. sou muito amiga dos animais, mas sou muito chegada aos bons cheiros, às coisas muito limpinhas e isso dá-me muito trabalho, a mim e a sodona, portanto agradecemos que não haja ainda mais, mas lá está, continuo a achar que em casa de cada um, cada um é que sabe, desde que não se ultrapassem os limites do razoável e interfira com a vida dos vizinhos]

 

[eu percebo que o gato faz xixi, não consigo é aturar o cheiro, isto para esclarecer a razão do título, pronto, não me apetecia criar uma nova rúbrica e esta já criada foi dedicada ao meu adorado gato, coisa boa da sua dona]

31
Out13

84 - DIZ QUE SIM


Mac

Tenho a mania de deitar paredes abaixo e quando já não há paredes para derrubar, mudo a disposição da casa, troco este quarto com aquele e o que era o escritório ideal, afinal não, dá é uma boa lavandaria, e muitas vezes depois da troca, ai espera lá, esta parede tem que sair, assim sim, fica mesmo bem, e quando já não há nada a trocar, nem paredes a derrubar, altero as arrumações dos armários. Também troco finalidades nos armários e aquele que era tão bom para guardar os turcos, agora fica mesmo bem para livros.

 

Sempre que mudo de casa, vá que não foram muitas vezes e esta é a definitiva para a vida, acho que estou na casa ideal, mas depois quando começo a viver a casa, ai que bem que isto ficava se esta parede desaparecesse. Curioso é que nunca me dá para construir paredes, isso e fazer marquises, adoro varandas e detesto marquises, o ar de aquário ninguém lhes tira e só servem para sobreaquecer uma casa, além de exporem a quem quiser ver, toda e qualquer desarrumação, vergonhas e badalhoquices, ah e tal ganha-se imenso espaço e o coiso, ganha nada, isso é ilusão de óptica, ou seja sou mais pelo open space do que pelo fechar, restringir e isso. Nesta inconstância toda, há no entanto coisas que raramente altero, como os cortinados, mas também são das últimas coisas que compro para uma casa, isso e pendurar quadros. Portanto, quando chego a pôr os quadros nas paredes, já os pensei e repensei, assim como os cortinados.

 

Também me dá para trocar a disposição das flores no jardim, principalmente quando as vejo a florir, e se aquela cor estava tão bem ali, agora fica mesmo bem é acolá. O meu marido já tem alguma dificuldade em aturar esta cena, mas eu acho que isto está quase a acabar. Isto das mudanças, entenda-se. E agora enquanto me enchem a casa de pó, porque resolvi que naquela parede tem que ser aberta uma janela, estudei bem ali a disposição da entrada principal e os Crisântemos vão levar uma grande volta.

 

 

É bastante chato ter um cérebro assim, cansa-me o corpo. Mas faz-me bem à alma.

31
Out13

40 - COMUNICADO, ESCLARECIMENTO, OU ISSO


Mac

Pessoas boas, ao que parece quando se entra aqui no blog, ouvimos uma publicidade da Chevrolet, ora como não pus nada, nem tenho qualquer tipo de acordo com a Chevrolet, já reportei a situação à equipa do Sapo para que seja resolvida, que é como quem diz, o anúncio desapareça do blog. 

 

Obrigada pela compreensão.

30
Out13

546 - LAI LAI LAI


Mac

 

 

 

 

 

 

Os meus Crisântemos estão lindos.

 

 

[já lhes alterava era a disposição no jardim, não pensei na cena das cores quando os plantei. se o meu marido ouve falar em mais mudanças, põe-me a milhas. se calhar é melhor pensar noutras coisas. parece-me. e já que nos querem limitar o número de animais em casa, não pensam em dar dinheiros a quem gera oxigénio de qualidade através da plantação de repolhos lindos? fica a ideia. e a quem gera filhos lindos, que são um lavar de vistas? outra ideia. olha, assim de repente já estava no ganho. é só boas ideias ]

30
Out13

02 - PEDIDOS


Mac

Recebi o seguinte e-mail do Nuno,



O meu nome é Nuno Cadilhe e a minha esposa é a Liliana Cadilhe.
O nosso filho é surdo profundo e precisa de implantes cocleares para ouvir. Apenas um dos implantes é comparticipado pelo estado o outro temos que ser nós a pagar e custa 30.000 Euros. Dinheiro que nós não temos. Mas eu tenho uma ideia e um projecto que gostava de realizar para angariar fundos para que ele possa receber o segundo implante. O projecto será criar uma escultura gigante em balões que será exposta numa grande superfície e a ideia é arranjar patrocínios de grandes empresas. Patrocínios esses que serão usados para realizar o segundo implante coclear.

O que eu peço é simples, basta divulgarem a pagina para que tenha mais visibilidade.
https://www.facebook.com/silentesculpture

Quantos mais GOSTOS conseguirmos mais hipóteses vamos ter de dar visibilidade a este projecto para torna-lo realidade. 
Temos sentido muito apoio por parte de toda a gente.
Obrigado pelo vosso tempo e obrigado por partilharem.

Atenciosamente
Nuno Cadilhe



e depois de o lerem, minha gente, vamos lá laicar e desatar a partilhar?

30
Out13

545 - LAI LAI LAI


Mac

Estou para aqui bastante indecisa, ainda não percebi bem se este Governo é completamente acéfalo, ou se esta medida é mais uma manobra de diversão para nos desviar as mentes do essencial. Mas estou curiosa, diga-se. Até proponho outras medidas, sei lá, limitar o número de crianças por apartamento, quem sabe, o número de velhos por metro quadrado, e por que não, fazer uma geral e limpar todo país de portugueses? Nós, portugueses é que estamos a mais neste país, damos-lhes encargos, chatices e um ror de dores de cabeça, ainda por cima, por mais que nos espremam, não conseguimos gerar em impostos coisa que se veja. E ainda sobrevivemos a todos os cortes salariais, de pensões e isso tudo. Como é que conseguimos? Seremos arraçados de barata?

 

Pronto, corte-se com os animais de estimação, com as crianças, velhos e portugueses no geral, e faz-se disto uma coisa como deve ser.

 

Sem medos.

29
Out13

244 - A SÉRIO!!??


Mac

Tenho andado a comprar a colecção traduzida do Peanuts para filho grande, que adora BD, mas fartamo-nos de esperar que saia um livro traduzido. Agora já esperámos e desesperámos e ainda só vai no 6º volume, quando a colecção vai até 1991, portanto penso que quinze volumes. A acrescentar, cada volume traduzido para português custa cerca de € 23.00, quando no original é cerca de £ 10.00 (€ 11.70) e mesmo acrescentando os portes, nunca chega a € 23.00. Eu sei que há os custos das traduções e tudo isso, mas parece-me que mais do dobro por volume, é um tudonada exagerado, não?

 

 

E como filho grande fala tão bem inglês como português, a partir de hoje, tudo quanto não seja mesmo necessário que seja em português, será em inglês. Tenho pena, mas os valores gastos mensalmente em livros, para as famílias que têm miúdos que lêem compulsivamente, pesam qualquer coisa no orçamento familiar. Por outro lado, havendo alternativa, não tenho lá grande pena.

 

 

[estou contigo Jonas, tal e qual, sem tirar, nem pôr]

29
Out13

135 - PERGUNTINHA


Mac

Alguém me sabe dizer o que se passa com os filtros de spam do Gmail, que assim de um dia para o outro deixaram de funcionar e recebo o que já tinha posto em spam, mas como se não o fosse? Eu não posso viver assim. Não é humano. O que sucede é o seguinte, recebo diariamente vários e-mails que não me interessam, entre convites que não estou a ver bem para que me querem ali - muito croquete se dá neste país - press releases - o placard do Pingo Doce não é aqui, aquele dos perdidos e achados, senhoras para fazer a limpeza e companhia, e isso - e coisas parolas, empréstimos e cartões de crédito de Bancos na Argentina. Ora, eu não tenho tempo para andar a vasculhar o que realmente me interessa, que é basicamente o que as pessoas que aqui vêm me querem dizer, portanto criei filtros. A minha vida corria bem, enfim, de vez em quando tinha que ir ao spam ver se lá estariam e-mails por engano e estavam bastantes, mas pronto, assim era melhor, porque me varria o que não me interessa, que é muita coisa até porque como me esqueço de ir ao spam, é uma vida santa. Agora desapareceram-me os filtros e a minha caixa de correio parece uma auto-estrada onde se pratica tuning à maluca, com música tchumtchum aos berros e tudo. Quer dizer, a caixa de correio do blog, porque o outro endereço é imune a spanzada e é só para amigos queridos, mais ninguém, portanto ninguém sabe se eu gosto disto ou daquilo e a partir desse dia vai de me aliciar com frangos de churrasco e coisas assim.

 

O que se passa com os filtros, alguém sabe? Ou vou ter de spanzar toda e qualquer coisa novamente? Ou quê?

 

 

[eu não sou avessa a publicidade, diga-se, só ainda não me apeteceu, ou não me interessou, mais por aí, portanto para já, não vale lá muito a pena quererem enviar-me amostras de coisas que não consumo, ainda não estou na disposição de consumir e não preciso de consumir. quando quero amostras, vou às perfumarias, por exemplo, e trago o que quero. sou boa cobaia, mas só do que me apetece, porque não preciso de ser boa cobaia sequer. e depois aquela sensação de placard do PD não me larga. também não tenho nada contra o placard do PD, acho-o bastante interessante, só não me apetece ter um blog placard para o que bem apetece aos outros. é assim]

Pág. 1/8

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D