Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

30
Set13

14 - A BIMBY, O NIRVANA E EU


Mac

 

 

 

Lembram-se disto? Não, pois não? Mas eu lembro-me. Tem sido bastante interessante e tenho feito imeeenso pão. Ele é rústico, de mistura, broa, caseiro e o coiso, sigo receitas, invento outras, e misturo sementes de sésamo dourado, linhaça, papoila e girassol. É fácil, fica bem bom e a família gosta. Também experimentei uma série de farinhas já preparadas, que contrariamente ao que me tinham dito, dão muito bom pão e ainda nos facilitam muito a vida, afinal é só misturar com água e nem é preciso pensar em mais nada. E as eleitas são a de pão caseiro e rústico da Nacional e a de pão de sementes e pão de milho do Continente.

 

Era isto.

30
Set13

04 - FUI AO JARDIM DA CELESTE, GIROFLÉ, GIROFLÁ


Mac

 

 

 

 

 

 

 

 

Brinquedos separados, legos arrumados, figuras de acção para um lado, o que ainda não pode ficar ao alcance de filho pequenino, para outro, área infantil, área pré-adolescente, área desta mãe, tudo separado, tudo misturado. Quero que este ultimo ano sem escola do filho pequenino seja para lá de espectacular. Tudo preparado para desenhos mil, plasticinas, construções de legos, puzzles, muitas histórias e muitos beijos.

 

 

[agora só falta arrumar tudo assim que os móveis chegarem]

 

[o IKEA é o Toy's R Us dos adultos, não é? sempre gostei de legos] 

30
Set13

529 - LAI LAI LAI


Mac

Estar a descascar batatas-doces, esse tubérculo porco que nos deixa as mãos numa grande porqueira, e faltar a água, é coisa de Murphy. Eu acho.

30
Set13

14 - SERÕES (E MADRUGADAS) DA PROVÍNCIA


Mac

 

 

 

 

 

É por estes acordares, e mais umas coisas, que a vida é tão boa.

 

 

[agradecer todos os dias o que a vida nos deu. esquecer o que não nos deu. talvez caprichos. não sei. relevar. relativizar prioridades. saber que aquilo que se tem é bom demais e nunca se pode dar como dado adquirido. saber que a vida dá grandes voltas, nem sempre boas, às vezes tão más, mas encontrar sempre uma janela, basta saber abri-la. sempre com amor. perceber que não há pessoas perfeitas, mas há um amor perfeito e que as imperfeições dependem dos olhos que as vêem. amar perdidamente]

27
Set13

78 - DIZ QUE SIM


Mac

 

 

 

Tenho dias em que naquele limbo entre o sono e ficar completamente desperta, convenço-me que é outro dia da semana. Acontece-me muitas vezes. E tanto me dá para a desilusão de uma sexta-feira, que afinal é terça-feira, como hoje, já acordada, confirmar que é sexta, a que no limbo do sono me parecia uma quarta-feira.

 

Gosto muito, quando o engano me atira para proximidades do fim-de-semana.

26
Set13

44 - A FECHIONE BONITA E HOSPITALEIRA QUE HABITA O MEU CRÂNIO, DÚVIDAS BIPOLARES, CAPRICHOS E ESSAS CENAS TODAS


Mac

Há qualquer coisa na minha vida contra saias de pregas, plissadas, franzidas e tudo quanto não seja em lápis, travada e isso. Agora, além do vento, tenho filho pequenino, que quando para ali lhe dá, mete-se-me debaixo das saias e depois levanta os braços, elevando consigo a minha saia. Pois. E não escolhe sítios, nem hora, isso tanto lhe faz, o que interessa é arregaçar as saias desta mãe em pleno supermercado, igreja, talho, café e onde calhar.  

 

 

Deve ser porque a tendência para este Outono/Inverno é saias lápis. Pois. 

26
Set13

54 - A DONA DE CASA FELIZ E PRAZENTEIRA QUE HÁ EM MIM


Mac

Tenho andado a arrumar livros. Acho que tinha dito que o meu marido transportou livros equivalentes a três estantes de dois metros e qualquer coisa. Não é bem assim. Agora que os estou a arrumar como as mulheres arrumam, dá-me cinco estantes de livros. É que a antiga disposição tinha sido feita pelo meu marido, portanto uma arrumação à homem, que após cada prateleira com livros na vertical, ainda entram uns na horizontal para cima dos que estão na vertical, se são livros pequenos, então faz-se segunda fila de livros. 

 

Por acaso tem sido uma arrumação fácil, porque foram transportados pela ordem que estavam, que é a alfabética pelo nome do autor, conforme o conhecemos, e por géneros, literatura traduzida e original, poesia, economia, destinos, informática, decoração, plantas, artes, pintura, culinária e tal, maneiras que aquilo é só chegar ali e voltar a pôr.

 

E encontrei uns livros que mandei encadernar porque eram umas edições que queria conservar e o encadernador achou por bem serra-los para ficarem com um determinado tamanho, que ele lá achou que sim. Eu devia ter desconfiado dele, logo que me começou com uma conversa que só gostava de x tamanho nos livros, mas pronto.

 

Realmente a estética da coisa incomoda-me bastante, a secção de literatura é uma mixórdia de tamanhos, coisa para desesperar qualquer decoração que se preze, é muito chato fitar prateleiras e prateleiras onde residem livros de diversos tamanhos, pronto, acho que a coisa já podia estar mais uniformizada. Ah e tal e o que se faria aos escritores mais palavrosos, olha, cortava-se-lhes o pio e não lhes seria permitido escrever mais do que duzentas e cinquenta páginas. Ah e aqueles que escrevem livros fininhos e o coiso? Pela mesma lógica, só editariam se tivessem material q.b., claro. Já os livros sobre pintura, arte e decoração, são enormes, coisas para ultrapassar o A4. Os de economia, além de grandes, são grossos e dão belíssimas armas de arremesso. Os de culinária e plantas conseguem ultrapassar os de literatura na mixórdia dos tamanhos e também são coisas boas de aventar. Os de BD são para o grandalhote, mas leves, portanto não lhes encontro grande serventia, nem como trava portas.  Os policiais, poesia e sobre destinos neste imenso globo, são extremamente pequenos e leves, coisa só para subaproveitar espaço nas estantes, mas servem muito bem como calços para cadeiras bambas.

 

 

A partir de hoje andarei com uma fita métrica e só leio livros com x centímetros, acabou-se o regabofe. Ou então opto por aquelas caixas com lombadas de livros famosos, ainda por cima parecem coisas de boas encadernações, ali tudo em encarnado com letras douradas, isso é que é, além de serem todas certinhas, não pesam e sempre dão para guardar triplas, lápis e quinquilharias.

26
Set13

16 - A PROVÍNCIA É UM SÍTIO LINDO


Mac

O meu vizinho alemão é jogador da bola de quintal, remata ao portão e é surdo. Todos os dias o estapor da bola vem parar ao meu jardim. Todos os dias lhe digo que tenho um bebé que anda pelo jardim e que não quero que ele leve uma bolada. Também já lhe disse que me partiu uma série de flores. Todos os dias o meu vizinho alemão surdo que nem uma porta, joga a sua bola contra o seu portão e a bola vem parar ao meu jardim. Andamos nisto vai para um ano e tal, quase dois.

 

E eu que não gosto de conflitos, mas gosto ainda menos de pessoas que têm dificuldade em perceber coisas simples, como atirar bolas sem tocar à campainha dos outros, resolvi fazer uma colecção de bolas grates. Gosto de brindes. E como gosto de brindes, ontem ele tocou à porta e diz assim ah e tal, à minha bóoola caeu parrrra aí, e esta perguntou qual bola? mas aos gritos, que é a única forma dos estrangeiros nos entenderem, vai ele e diz à minha bóoolá e vou eu e digo não, aqui não caiu bola nenhuma.

 

 

E pronto, ele é surdo e eu sou pitosga. Parece-me uma boa parceria.

 

 

[espero é que ele melhore o produto, esta é uma nike um bocado escafiada]

Pág. 1/8

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D