Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

30
Ago13

44 - A DONA DE CASA FELIZ E PRAZENTEIRA QUE HÁ EM MIM


Mac

 

 

 

 

Coisas importantes, quer dizer, importantes para mim que sofro com um zoo de formigas diversas e com pintas de ferrugem nas roupas de casa deixadas por bisas queridas e avós queridas. Para mim é um mistério, mas tudo quanto é lençol de linho, rendas e isso, vai não volta, aparece-me com pintas de ferrugem. Pois.

 

Vai daí fui à drogaria e disse assim, por acaso existe um produto que tire as nódoas de ferrugem? (acho que o senhor (tem aí uns trezentos anos, na boa e por baixo) respondeu logo que sim, mas eu resolvi desabafar. gosto de desabafar com pessoas de trezentos anos para cima. parecem-me de confiança) sabe o que é? (acho que ele não me respondeu, mas eu achei por bem dizer o que é) é que tenho uma série de lençóis, toalhas e rendas que estão guardadas, mas quando vou olhar para elas, é que nem sou dada a usa-las, quer dizer, as fronhas aproveito, são lindas, mas pronto, vou ver delas e aparecem manchas de ferrugem e isto preocupa-me. Pronto, foram coisas que as minhas avós fizeram e está tudo estragado, percebe? (eu acho que ele percebeu).

 

E trouxe comigo o produto já testado e aprovado com distinção, que funciona. 

 

Aproveitei e expus também o meu problema com diversas espécies de formigas ah e tal, enquanto as das casas de banho posso envenenar, na cozinha, não posso, o que faço eu? Vai a pessoa de trezentos anos para cima e diz espalhe fermento onde as vê e elas vão-se embora. 

 

E é isto. Nada que agradecer.

30
Ago13

05 - NOTAS SOLTAS DE PENSAMENTOS MUITO ELEVADOS, MAS QUE NÃO ME APETECE EXPLICAR, JUSTIFICAR, DESENVOLVER E ISSO


Mac

Às vezes leio/oiço coisas que fazem chorar as pedrinhas da calçada. Gosto da expressão fazer chorar as pedrinhas da calçada. Diz-me muito sobre o actual estado da nação, das mentes e das pessoas. É-me querida e eu gosto de coisas queridas. Dizia eu que leio/oiço coisas. E que coisas, senhores. Gente que se toma de educadora do povo e quer ser, o que não é, porque sim, porque se lembrou, porque foi epifanada, porque achou olha ca giro, xacá fazer assim, diz que assim até pareço fina. Eu pensava que isto não existia, mas existe. Existe e falam. Sim, também pensava que não falavam, mas confirma-se, falam imenso. Ó mai góde. Vou ali churar com as pedrinhas da calçada. Unidas estaremos pelo direito ao silêncio. Eu e os pedragulhos.

29
Ago13

138 - COISINHA MAI LINDA, RIQUEZAS DE SUA MÃE


Mac

 

 

 

Os brinquedos preferidos de filho pequenino são garrafas, preferencialmente do Luso, e bolas. Sempre que vamos a uma esplanada, ou há garrafas por perto, filho pequenino inicia a sua ronda de recolha e pouco lhe interessa que ainda estejam a uso de terceiros, vê garrafa, então é sua. Já nas bolas, prefere as que têm pentágonos. Fui tratar dos equipamentos do mais velho e estacionámos aí uma meia hora junto das bolas.

 

Se eu mandasse, estas superfícies teriam cestos com bolas em todas as prateleiras. Fica a ideia (para quando eu mandar nisto tudo). 

28
Ago13

136 - COISINHA MAI LINDA, RIQUEZAS DE SUA MÃE


Mac

 

 

 

Se Maomé não vai à montanha, a montanha vai a Maomé, que é como quem diz, se filho pequenino quer andar no jardim, esta mãe faz o que tem a fazer no jardim, tipo costurar, pintar e isso. Também hei-de descobrir como ali fazer sopas e bolos.

28
Ago13

170 - COISAS DE QUE GOSTO MUITO


Mac

 

 

 

Fui à feira, xalala e comprei túnicas, xalala e tremoços, lailailai e pão, xalala. Adoro feiras. A-do-ro. Acho sempre que vou encontrar a última Coca-Cola do deserto, mas nunca a encontrei. Encontro filmes que não me interessam, velharias que não o são, queijos com varejeiras e isso. Mas mostro-me muito interessada. Até estou, mas pronto. É como isto aqui, até estou interessada, mas não é para coise. Falta-me o tempo, ou não me apetece tê-lo, mais por aí. Filmes originaaaaaaaaaaaaaaaaais caseiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiros, é aqui, não há nada que enganar, ó fregueeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeesa. Xalala.

 

Mas tenho as minhas feiras preferidas, as que têm churros, farturas e algodão doce. Isso sim é feira gourmet a apreciar com afinco. 

 

 

[e adoro aqueles vendedores de melões que estão à beira das estradas, que me obrigam a parar. ah e tal, olha ali melões, dá-me taaaaaanto jeito levar já uns. pois]

Pág. 1/4

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D