Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

31
Jan13

17 - CROCHÉ, COLAGENS, TRICÔ, FILET, BRICOLAGE E COISAS ASSIM


Mac

 

 

 

 

Gosto imenso de ver palavras nas paredes, frases, letras, se não pintadas, em quadros. Estou a pensar pintar um painel no quarto dos meus filhos. Isso, ou colar um já feito, que não é personalizado, mas é bem mais fácil, tenho de investigar, talvez seja possível imprimirem o que quero. Isso, ou pintar parte de uma parede com tinta magnética e depois eles penduram ali o que quiserem, desde que tenha íman. Ainda pensei pintar com tinta de efeito de ardósia e dava-lhes liberdade criativa, mas o giz faz demasiado pó, por isso e se o fizer, será no quarto de brinquedos. 

 

 

______________________________________

Por falar em tinta magnética, mais logo, mostro umas ideias e coisas que podemos fazer com papel magnético.

30
Jan13

03 - ISTO NÃO ME ANDA A CORRER NADA BEM, NÃO ANDA NÃO


Mac

 

E aquilo do bebé arrancar com a ficha do computador deu que o dito escafedeu-se, avariou-se, eu sei lá. Está a ser arranjado. Porcaria de computador que falece com uma coiseca destas. Ou seja, estou a usar o pc do meu marido, que é um amor, mas não é a mesma coisa. No meu computador tenho as minhas imagens, o browser parametrizado como gosto, os meus programas de desenho, as minhas folhas disto e daquilo, as minhas manias e os meus jeitos. Parte das imagens estão no disco amovível, mas há montes de tempo que não ponho lá nada, olha mais o que fazer, depois dá nisto, documentos, fotos, coisas e mais coisas desactualizadas. Não fosses preguiçosa, filha, agora batatas.

 

Afeiçoo-me às coisas, tenho uma dificuldade assustadora em me desfazer de algumas coisas, principalmente se envolvem parametrizações, adaptações e isso. Ainda hoje lamento o meu Nokia 3210, depois o 6210. E o snake, ai que saudades do querido snake. Adorava-os e adorava aquele software. Depois tive outros Nokia, mas nenhum como aqueles, até que vim bater ao iPhone, foi um custo vergonhoso adaptar-me a ele, mas agora que adaptei, sei que se tiver de mudar, vai ser uma tormenta. Assim como foi um horror sempre que me mudaram os softwares, porque tinham sido descontinuados, porque eram incompatíveis, porque não faziam isto ou aquilo. Assim como subutilizo todas as capacidades de uma máquina, mas se ela fizer o que quero, já não quero outra. Acho que sou a anti gadget.  

 

 

Afeiçoo-me às coisas e as coisas a mim. Quer dizer, as coisas não se afeiçoam a mim, fazem-se a mim. E eu faço-me a elas. 

30
Jan13

50 - A MINHA BARRIGA, CAPRICHOS, DÚVIDAS BIPOLARES E COISAS ASSIM


Mac

 

  

 

 

 

 

Nunca mudei a cor do meu cabelo, só lhe fiz umas nuances, quando me apareceram uns cabelos brancos, coisa pouca, mas uns feios, muito mais grossos do que o resto da cabeleira e espetados. E brrrrrilhaantes. Feios. Ainda andei no avançado método da pinça, até que me fartei e resolvi disfarçar a coisa, fazendo umas madeixas. Queria uma coisa leve e que pouco contrastasse com o meu cabelo, tinha pânico de ficar uma Cruella de Ville, vai daí que em vez de optar por tintas, fiz uma descoloração sobre a minha cor natural. Resulta muito bem porque fica tom sobre tom, mas isto acho que só dá com cabelos castanhos claros e loiros. E também pouco mudei de penteado, vá, já há uns anos, eliminei a franja e depois foi corte direito, mais comprimento, menos comprimento. Mas agora, por exemplo, apetecia-me dar uma arejada e ficar ruiva. Vou ali pensar. Espero que isto me passe depressa. Ai mas não era a isto que eu vinha, eu vinha divagar sobre o preto nas roupas e que de Inverno gosto imenso, mas que às tantas me farto e isso, mas perdeu-se a oportunidade. Olha, há coisas mais elevadas.

30
Jan13

83 - COISINHA MAI LINDA, RIQUEZAS DE SUA MÃE


Mac

 

Na sexta-feira, bebé mais lindo descobriu a ficha do computador desta mãe e na maior das rapidezes deu-lhe um esticão e apagou-me o pc. Sim, mesmo com todos os cuidados, com as tomadas de segurança, daquelas rotativas, com os fios eléctricos todos escondidos, ele descobriu esta. E com bebés de 15 meses todo o cuidado é pouco, essa é que é a verdade, eles são minúsculos, mas já andam, são rápidos e cabem em todo o lado. Agora vou tratar de colar tudo quanto é fios atrás dos armários e avisar quem aspira que os fios não podem ficar ao alcance de mãos pequeninas. É que eu posso ter todas as questões de segurança em ordem, se quem está comigo não as tem, isto acaba por ser um trabalho de doidos.

 

E mesmo sendo mãe de segunda água, as crianças são todas diferentes, por exemplo, filho maior não ligava a fios eléctricos, mas trepava a tudo. Tudo. Estantes, escadas, sofás e cómodas. De tal maneira que tratei de pôr cadeados em algumas janelas e tinha as gavetas sempre trancadas, porque ele as abria e eu tinha receio que lhe caíssem em cima. As que não tinham fechadura, foram artilhadas com zingarelhos anti abertura infantil. Também tinha a mania de se atirar para dentro de água, resolvi a coisa enfiando-lhe um colete enquanto havia sol, isso e por causa das coisas, rapidamente o pus a nadar. Também era dado a botões. Como na cozinha há muitos botões, acabei por pôr uma cancela na porta da cozinha para ele não entrar ali, afinal era mais fácil do que artilhar cinquenta gavetas sem fechadura e botões e detergentes e tudo.

 

Agora com este mais novo já vi que a mania são os fios, também anda numa de trepar, mas ainda não consegue. Nesta casa acho que não vou ter o problema da cozinha, porque os electrodomésticos estão todos postos à prova de criança, os detergentes estão na despensa que fica na cave e os medicamentos num armário alto, mas tenho a questão das gavetas, bom, logo vejo. 

 

É que eu sei que quando nós prevenimos por um lado, eles desprevinem por outro, se nós resolvemos por um lado, eles exploram por outro. A segurança deles é um trabalho caso a caso, dia a dia e constante, sem stresses e para levar na boa, quem tem crianças sabe bem como é.

 

 

Os meus filhos são muito sossegadinhos. Coisas mais boas. Cá bochechas gordas para a mãe beijocar até à inconsciência.

 

 

________________________________________________

Ah e não me venham cá com coisas que quando éramos crianças viajávamos sem cinto de segurança, não havia barreiras e o perigo era a nossa profissão, sobrevivemos e idaiadaidaidaia, é que a mortalidade infantil desde mil novecentos e carqueja diminuiu bastante, portanto estamos conversados.

29
Jan13

20 - COISAS ESTRAMBÓLICAS A QUE ADIRO, MAIS OU MENOS, MUITO, OU NADA NO FACEBOOK


Mac

 

 

 

 

 

 

[e febre, Maria, tens febre? e já tomaste hoje os comprimidos, Maria? e o que vais fazer hoje para o jantar, Maria? e já formaste um grupo, Maria? e és casada, solteira, é complicado, ou mais ou menos, Maria? e já mudaste a foto de perfil, Maria? e a de capa, Maria? e já disseste a piadinha do dia, Maria? e a frase inspiradora, Maria? e já laicaste as tuas publicações, Maria? e já tagaste toooooooooda a gente na tua fotografia, Maria? oh Maria, então?]

29
Jan13

44 - DIZ QUE SIM


Mac

 

Há imenso tempo que não via nada de séries e novelas brasileiras, por nada, olha, porque já me falta o tempo, só isso. Por exemplo, agora estou a rever O Senhor dos Anéis, antes do Hobbit, se bem que o Hobbit é anterior, mas isso não interessa, e segue-se nova revisão a Game of Thrones, porque já lá vai um tempo e antes da próxima temporada, quero ter a memória muito fresca, a par do 30 Rock, tão bom, e Pan Am, enfim há melhor, e Continuum, enquanto definho pela última de Downton Abbey

 

Isto para dizer que estou a gostar imenso da série brasileira A Mulher Invisível. Olha, mas bom mesmo era reporem o Sai de Baixo, isso é que era, gentxi.

29
Jan13

29 - COISAS QUE ME PODEM ACONTECER


Mac

 

 

 

 

 

Gosto muito de saias com pregas. Bom, gosto muito de saias, por aí, se tiverem pregas, gosto ainda mais.

 

E para completar o autefite, preguei-lhe com este cinto da Moschino, que eu li no outro dia, onde Mac Maria Hermengarde, onde? Não me lembro. Dizia eu que li no outro dia que estes cintos são vintage. Estes mesmos, assim com as letras da marca todas escarrachapadas e tudo. Olha, e eu cá fiquei toda contentinha, quase ao ponto das cócegas, olha lá, então coisas dos anos noventa do século passado, já são vintage? Está bem, eu pensava que eram só pirosas, mas se me dizem que são vintage, eu cá é da maneira que vou desatafulhar os bagulhos todos e ainda monto um blog coiso, assim uma coisa elevada, a Anna Piaggi da blogo, ou o que me apetecer, vão ver.

 

 

[cheira-me que estamos a uma unha negra de desenterrar as  fitas da Gucci da cabeça aos pés, os G dourados na testa e isso]

 

Pág. 1/10

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D