Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

02
Jul12

47 - COISINHA MAI LINDA, RIQUEZAS DE SUA MÃE


Mac

 

 

 

 

 

Grandes mudanças aos oito meses na vidinha do meu amor pequenino. Começou a andarilhar, que nem só de tapetes vive um bebé. Comeu um creme de legumes com pescada (e gostou!) e melão (e gostou!). Mudou de cadeira no carro. Uma coisa moderna com isofix e máxima segurança, quer dizer o isofix dá para quando usamos o carro do Mac Man, até parecemos finos e tudo. No meu, que é uma carrinha aí do paleolítico, que choca imensa gente com manias, mas que serve muito bem os seus fins, será sem isofix, portanto é assim mais para o rural todo o terreno, toda a tralha e o coiso. Já nos disseram que vamos acabar por comprar outra cadeira, ou mudar de carro - o meu, portanto, mas aqui temos problemas psicológicos, porque sou pessoa de me afeiçoar às coisas e o carro tem a sua história, e faz parte de uma época e tal - porque quando a instalarmos no carro chique, depois é uma trabalheira para a passar para o carro brega, mas pronto, para já, para já, ficamos assim.

02
Jul12

27 - CO'A BRECA, JÁ É SEGUNDA-FEIRA OUTRA VEZ


Mac

 

 

 

 

 

 

 

Do fim-de-semana. Eu andava coisa da vida porque tinha de pintar uma mesa, cadeiras e bancos em ferro. Comecei por comprar tinta antiferrugem e andar para ali a pincelar. Ficou mal, ora tinta a mais, ora escorre ali e o efeito final era demasiado amador. E o tempo que gastei só na mesa? Coisa para duas horas na primeira demão e ainda me faltavam aí duas, já estava a ver que só os tinha prontos lá para o fim do Verão. Então pensei cá para mim, os carros são coisas com pinturas lisinhas que sei lá, ora aquilo é coisa para ser pintada à pistola, spray, ou coisa que o valha, mas não quero a mobília em ferro a ferir-me as vistas com altos brilhos, quero uma coisa mate. Maneiras que fui a uma grande superfície, comprei uns sprays mate e pintei tudo, tudinho em menos de uma hora. Gosto disto. 

 

01
Jul12

35 - COMUNICADO


Mac

 

Porque um dia nesta família perdemos uma criança. Porque não houve medula compatível. Porque quando houve, era tão tarde. Porque o tempo conta tanto. Porque nunca somos demais. Porque nunca tive a sorte de ser chamada. Porque já conseguimos, posso-me incluir, para a Marta. Porque às vezes não é tarde demais. Porque também há histórias na vida real que acabam bem. Porque têm que acabar bem.

 

 

"A Arina é uma menina adorável, linda e cheia de vida, natural de Cabo Verde (São Nicolau), internada há seis meses com uma aplasia medular gravíssima, o que quer dizer que a medula óssea deixou de funcionar e portanto precisa de transfusões sucessivas para sobreviver, e praticamente não tem sistema imune para lhe permitir sequer sair do quarto de isolamento e sobreviver a uma infecção por mais leve que seja. Já teve mil complicações, quer da doença quer dos tratamentos...
A menina não tem dador de medula compatível. Já fizemos análises à família toda e procurámos nos bancos de medula nacionais e internacionais e nada... 

A questão fulcral é que a probabilidade de encontrar um dador compatível é maior quando se procura entre pessoas da mesma origem, porque os genes são mais semelhantes, e em Portugal tal como no resto do mundo, não há qualquer banco de medula de pessoas de origem africana em geral e de Cabo Verde em particular... 

Daí, surgiu a ideia de lançar uma campanha de sensibilização para doação de medula óssea entre os naturais de Cabo Verde residentes em Portugal. Se conseguíssemos passar a mensagem seria fantástico! E mesmo que não seja possível encontrar um dador, esta iniciativa pode deixar uma oportunidade para outro doente que necessite também de um transplante no futuro.

Nós acreditamos que é possível salvar a nossa menina!

Vai haver um período de colheita na Universidade Lusófona no dia 11 de Julho e o Centro de Histocompatibilidade e o Hospital Dona Estefânia estão abertos todos os dias..." (via Paracuca)
   
   
Por favor divulguem.

Pág. 6/6

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D