Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a vida em azul cueca

25
Fev11

24 - COISAS QUE ME DEIXAM OS NERVOS A MODOS QUE APOPLÉCTICOS


Mac

 

 

 

 

 

Os arrumadores ocupam aquele sector da economia paralela do burgo que me deixa os nervos em franja. Não servem para nada, só para nos chular uma moeda de € 1.00, mais nada. Não servem para nos indicar o lugar, porque nós temos olhos na cara. Não servem para nos ajudar a estacionar, porque nós é que estamos com o volante nas mãos e sabemos estacionar. E quando o estacionamento é em espinha, ui aquilo é que eu preciso das doutas indicações, não vá raspar os carros todos. Então quando os há nas zonas de parquímetro, em que temos de pagar se não corremos o risco dos ex verdes, agora azuis, nos pregarem com uma daquelas barras amarelas, os conhecidos bloqueadores, e ainda temos de dar a moedinha, não vá o risco no carro sair-nos bem caro, fico para lhes bater. Já cheguei a ir deixar o carro bem longe só para me livrar deles, porque dos parquímetros não me livro.

 

Corja de inúteis, armados em úteis como se todos os condutores fossem pitosgas e uns nabos que não sabem estacionar, sempre naquele bailado irritante quais sílfides das ruas pejadas de parquímetros. 

25
Fev11

29 - DA BIPOLARIDADE DE CADA UM, SÓ CADA UM SABE


Mac

 

Nip/Tuck *

 

 

 

Mais uma série mania, o Nip/Tuck,  que passa a desoras na Fox Life. O que é extremamente estranho para uma pessoa como a minha, que se apaga à menor gota de sangue alheio, tenho miaufas para lá de histéricas de bisturis, tesouras e quejandos, e fujo de hospitais e cheiros a éter como os ciganos da polícia. Em suma, sou de uma inutilidade assustadora perante cortes corporais.

 

Aqui há umas semanas o Mac Man levou uns pontos nas costas e como lhe era impossível mudar os pensos, esta aqui ficou encarregue da tarefa. Não me estendi ao comprido, pois que fui de uma valentia ímpar, só lhe deixei as suturas ao ar aí uma meia hora, enquanto achei por bem permanecer sentada com a cabeça entre as pernas, para não ir desta para melhor, mas o que interessa é que não me deu o chilique em todo o seu esplendor, pronto, foi só uma ameaça, isso é que é importante. Adiante.

 

Bom, dizia eu, adoro o Nip/Tuck, mas descartava-lhe algumas cenas no bloco operatório, que me levam a semicerrar os olhos e a ficar meia coisa, mas descartando as cenas de bloco operatório, não seria Nip/Tuck. Pois. 

  
  
  

_________________________________________________________________

* É impressão minha, ou a foto está um bocado desactualizada? Parece-me que sim, ou então aplicaram-se umas cirurgias estéticas [Não tive paciência para googlar, confesso]

 

24
Fev11

517 - A VIDA EM AZUL CUECA


Mac

 

 

 

 

 

 

Ele há dias do demo e hoje foi um deles. Em que tudo prometia passar na normalidade, mas basta uma coisinha para virar tudo de pés para o ar. Bom, coisinha é forma de expressão, foi mais um tsunami. O que vale é que a onda já se desfez numa costa qualquer. E os pés já estão novamente no chão. Lá cantava o Tio Frank I just pick myself up and get back in the race... That's life... That's liiiiiiiiiiiiife!


24
Fev11

32 - LES UNS ET LES AUTRES


Mac

23
Fev11

74 - SÓ UMA MULHER SABE


Mac

 

  
  
  

Fui buscar o Mac Mobile à oficina, parece que levou uma embraiagem nova, ou lá o que foi aquilo, que me saiu por dezenas de ordenados mínimos nacionais. 

 

Mecânico: Mandei lavar o carro e pus tudo quanto tinha na cabine num saco na bagageira.

Esta: Ah, obrigada.

Mecânico: E encontrei lá o outro saco que lhe pus da outra vez.

Esta: Pois, nunca mais me lembrei...

Mecânico: Até lá tem um perfume e uma coisa para lavar as mãos, brinquedos e papéis que se calhar lhe fazem falta.

Esta: Eu depois vejo. 

Mecânico: E não paga mais por isso.

Esta: Pelo quê?

Mecânico: Pela lavagem do carro.

Esta: Com o que vou aqui deixar até mo podiam ter lambido.

 

 

Detesto carros, é oficial. Coisa filha do demo que logo que sai do concessionário desvaloriza uma pazada. Só serve para nos fazer gastar rios de euros e o raio. Ah e para nos locomovermos.

 

Detesto que me arrumem o carro. Eu gosto da minha barafunda. Gosto do guarda-chuva e dos lenços de papel na bolsa da minha porta. Gosto dos brinquedos do Mac kid lá atrás a jeito. Gosto dos papéis da EMEL, contas de supermercado e tal no tablier. Gosto do meu perfume na consola ao pé do travão de mão. E dos toalhetes com álcool para as mãos também.

 

E detesto que me mexam na posição do meu banco. Sempre que vai à oficina passo dias até ter aquela porcaria a meu gosto. Ele é preciso acertar o encosto, a altura do assento e a distancia para os pedais. São demasiadas variáveis.

 

 

Os homens não percebem nada disto. Os carros deles são sempre uma pipizisse de arrumação, limpeza e mais sei lá o quê. Eu não gosto do meu carro impessoal e onde não se vê nada meu.

23
Fev11

14 - A DEMANDA DA CASA IDEAL


Mac

 

 

 

 

  

E o papel para forrar o louceiro que vai ficar na zona de jantar da cozinha foi encomendado, mas só chega daqui a quinze dias. Também estão decididos os bancos para a zona de pequenos almoços.

 

E está tudo a andar, não à velocidade que eu queria, mas a que é possível.

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D