Sexta-feira, 21 de Agosto de 2015

18 - COISAS QUE UMA MÃE SABE (E LHE ACRESCENTAM BASTANTE À CULTURA GERAL)

 

 

 

 

 

Quem me acompanha ali no Facebook, soube até onde chegou a arte da minha criança pequena [*]. Depois daquilo, levei as capas à lavandaria e disseram-me que não conseguiam tirar os riscos de caneta das capas dos sofás. Está bem. 

 

Bom, vim para casa e decidi que antes de optar por comprar umas capas novas, não custava tentar tirar aquelas nódoas. A verdade, e sem qualquer modéstia, é que já tenho uma pós-graduação em nódoas e contam-se pelos dedos de uma mão aquelas que não consegui tirar. 

 

Uma das coisas que aprendi, é que nisto das nódoas quanto mais depressa se actuar, mais hipóteses de sucesso há, ou seja, acredito que se estes riscos me deram algum trabalho, foi porque perdi tempo a ir à lavandaria, mas não interessa, o que interessa é que consegui que saíssem todos, to-dos os riscos de tinta e os meus sofás voltaram a ficar imaculados e azuis como gosto.

 

E como a situação era caótica, a sério que entre risos histériconervosos e desespero, quase que me atirei para o chão, mas como isso não resolvia nada, resolvi tratar dos sofás.

 

Fica assim a descrição exacta de tudo quanto fiz e com todos os produtos que usei, porque não sei ao certo se foi só o Supergel que funcionou, ou uma combinação de todos os produtos e ordem pelos quais foram usados.

 

. Passei o Iberia tira-nódoas em todos os riscos e meti as capas na máquina no programa de 40º com pré-lavagem, com o detergente normal (Persil), lixivia (Neoblanc Gentil, líquida) e amaciador (Comfort).

. Como os riscos mais leves saíram, mas ainda se viam alguns, esfreguei Supergel com uma escova. Comecei por usar uma escova com pêlos de cerda, mas achei que não estava a resultar, então parti para a cavalaria pesada e passei para a escova com pêlos de plástico. Após terminar cada capa e como ainda se viam riscos, voltei a esfregar os riscos restantes com mais Supergel, até estarem quase imperceptíveis.

. Apesar de ainda se verem alguns riscos e como já estava cansada, estendi as capas e deixei-as toda a noite com o Supergel, para as voltar a esfregar no dia seguinte, só que aquilo que ainda se via, desapareceu durante a noite e já restavam pouquíssimos riscos e já muito apagados. Então resolvi pôr as capas na máquina com a mesma lixivia, detergente e amaciador. 

. Saíram de lá completamente limpas. Juro, até pensei que estava a alucinar.

 

Conclusões:

. Calculo que se não tivesse perdido tempo na lavandaria, os riscos teriam saído logo à primeira passagem de Supergel. Pelo que fui constatando, a primeira fase com o Iberia adiantou qualquer coisa, mas muito provavelmente é desnecessária (e espero não vir a saber) e mais vale passar logo à escova de plástico e Supergel. 

 

. As lavandarias desconhecem o poder das mães.

 

 

 

[*] bem sei, bem sei, não lembra a ninguém pôr uns sofás em azul claro num quarto de brinquedos, maioritariamente usado por uma criança de três anos e adolescentes.

tags:
© Mac às 10:03
link do post | favorito (5)

 

 

  

   

No Facebook,

  

 

mytaste.pt

≈ About me

≈ Pesquisar no blog

 

≈ Arquivo

As fotografias publicadas são da minha autoria, salvo algumas excepções.

Agradeço que me informem, caso alguma esteja protegida por copyright.

Retirá-la-ei imediatamente.