Quarta-feira, 8 de Fevereiro de 2017

130 - AS FLORES, A VIDA, O NIRVANA E EU

 

 

 

 

 

 

 

 

Andei a cuidar do jardim. Gosto imenso de andar por lá nos dias em que não chove, logo a seguir ao almoço, quando o frio da manhã já se foi embora e o do fim da tarde ainda demora. Finalmente tenho o jardim como gosto. Sempre quis um jardim mediterrânico com laranjeiras e oliveiras, mas também com buganvílias e algumas plantas tropicais na zona de muito sol e pouca sombra. Não foi fácil, a verdade é que enquanto não me envolvi verdadeiramente com o jardim e deixei tudo nas mãos do jardineiro, nunca tive o que queria, porque aos olhos dele, yucas são impensáveis junto de buganvilias, sardinheiras não se misturam com laranjeiras, nada de heras nos muros que criam bichos, podas intermináveis nas chorinas que não me deixavam crescer as plantas, bolinhas de topiaria na alfazema que me faziam disto uma pirosada pegada e mais não sei quê. Até que um dia resolvi que as podas só se faziam na época das podas, que queria hera nos muros e buganvílias, árvores de fruto e oliveiras e tropicais e flores despenteadas e tudo. E tenho. 

 

E hoje plantei umas nespereiras. No Verão comemos umas nêsperas fantásticas e eu resolvi pôr em vasos os caroços de algumas. Agora passei-as para a terra e é esperar e esperar e daqui a uns anos espero ter nêsperas fantásticas criadas por mim. 

 

Isto vai devagar, mas vai.

© Mac às 15:53
link do post | favorito (3)

 

 

  

   

No Facebook,

  

 

mytaste.pt

≈ About me

≈ Pesquisar no blog

 

≈ Arquivo

As fotografias publicadas são da minha autoria, salvo algumas excepções.

Agradeço que me informem, caso alguma esteja protegida por copyright.

Retirá-la-ei imediatamente.