Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

a vida em azul cueca

27
Ago12

11 - A PROVÍNCIA É UM SÍTIO LINDO


Mac

 

 

 

 

 

Às vezes podia estar caladinha, não é por mais nada, mas ah e tal aquelas cortinas pirosas com fitas para pôr nas portas e o coiso, ai corroriii. Pois.

 

Então foi assim, a varejeira é animal com que não vivo bem, assim em nojo total. Só que eu gosto de estar com a porta da cozinha aberta e a varejeira e sua família e conhecidos acharam por bem invadir a minha cozinha. Comprei daquelas cenas com líquidos que se põem nas tomadas, claro que li nas advertências que 1% das moscas não se espantariam com o meu método avançado. Claro que as minhas varejeiras fariam logo parte desse 1%, como se ainda me restassem dúvidas, mas está bem. Maneiras que mesmo com aparelhos ligados na sua máxima potência o 1% que não estava ao abrigo do fantástico zingarelho, continuou a viver alegre na minha cozinha. Assim tive que me render às evidências e se quero a porta aberta, teria de instalar uma daquelas coisas, mas sem ser em plástico, isso seria cair nos meus piores pesadelos, vá assim uma coisa às tiras, mas em fino. Vai daí que fui à Zara Home e Area, e nada, não tinham, mesmo com o meu pedido super original ah e tal quero daquelas cortinas para pôr nas portas que dão para o exterior, mas em giro, nada de plásticos pirosos, que lhes tenho horror [esta minha mania de contar a vidinha desde o dia em que nasci aos funcionários das lojas é um bocado estranha]. Nada. Seguiu-se a Loja do Gato Preto. Tinha, mas em parolinho, assim nuvens de plástico pops, com desenhos tipo anos 70 do séc. passado. Olha, acabei por encontrar na Conforama, a loja que nunca tinha dado nada por ela e até aceitavelzinhas, com contas em madeira e tudo.

 

Já em casa, seguiu-se a instalação. Como sou pessoa avessa a furar paredes, portas, seja lá o que for, tive de arranjar um sistema com ventosas a encaixar nuns parafusos que enfiei na calha, ajudada pela pistola de cola de silicone, mas pronto, instalei aquilo e cortei a entrada dos bicharocos nojentos.

 

 

[acho que ainda lhe vou ali pendurar umas conchas, para dar um ar coiso. parece-me bem]

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D