Segunda-feira, 23 de Janeiro de 2017

27 - EU GOSTO É DO FIM-DE-SEMANA

 

 

 

 

 

 

 

chegámos a um ponto da vida, em que a vida social dos miúdos é mais intensa do que a nossa, reformulando, chegámos a um ponto da nossa vida, em que os miúdos têm vida social e nós servimos para os ir pôr e ir buscar . ele é festa juvenil aos sábados à noite, ele é festa infantil aos domingos de manhã . quase todos os fins-de-semana . muitos aniversários fazem os amigos dos meus filhos . nos intervalos comecei o workshop de fotografia, com um dos melhores e só sei que nada sei, estou cada vez mais longe de saber e talvez um dia saiba alguma coisa . ainda há uma longa estrada para percorrer . e tivemos tempo para o almoço de domingo em família que se quer por fora . fomos ao azimut, um dos sítios preferidos dos miúdos, porque é rápido, não há demoras, nem na espera (oh mãe, estou a morrer de fome, oh mãe quando é que trazem, oh mãe), nem no após (oh mãe quando é que vamos embora? oh mãe que seca, oh mãe posso ir para o carro? oh mãe), servem hambúrgueres e pizzas e está no paredão, nós se quisermos ficamos a lagartar ao sol, demoramos no café final e eles vão para a praia fazer vida de croquete, jogar à bola e gastar pilhas . é tudo bom (e a conta é ainda melhor) . gosto tanto dos fins-de-semana .

© Mac às 11:57
link do post | favorito (1)
Sexta-feira, 20 de Janeiro de 2017

57 - ANDEI NA NET [E POR AÍ] E TROUXE COMIGO

 

. mules .

[apesar de ter mixed feelings em relação a este tipo de calçado]

 

 •

 

 

. do who what wear, ideias para usar os botins em veludo e roupas em veludo .

 

[uterque e zara]

 

  

 

 

 

. da sephora, o lápis da marc jacobs, para mim o melhor lápis do mundo para carregar e abusar na linha de água .

 

[é óptimo, nunca esborrata e mantém-se impecável durante 12 horas na boa. já não quero outro]

 

 

   

 

. os saldos da zara home, agora sim com descontos muito bons .

 

[aproveito sempre os saldos deles para repor lençóis de cama, que são fantásticos, toalhas de mesa e velas aromáticas] 

 

  

 

 

. e a frase da semana .

 

 

© Mac às 10:49
link do post | favorito
Quarta-feira, 18 de Janeiro de 2017

261 - A SÉRIO??!!

Olha, de repente fiquei uma criança, eu e toda a população adulta portuguesa. Não nos sabemos vestir para o frio, precisamos que nos digam o quê, como e quando usar, que tipos de casacos são mais adequados, que nos guiem no mundo dos gorros, cachecóis e luvas. Tapa-orelhas também. Nos introduzam na linda conjugação das camadas de roupa, no styling da cebola e das peúgas feias.

 

Guiem-me também no que vestir para ir à praia, ao campo e à quinta. Iluminem-me sobre o tipo de calçado que devo usar para jardinar, fazer montanhismo e correr.

 

Ajudem-me, não vá eu sair de biquíni.

 

[Está frio é verdade, mas não está assim tanto frio que ninguém se saiba vestir para o frio. A sério que não vão parar com as sugestões dos casacos apropriados para o muito frio?]

 

#BirraDeSono

tags:
© Mac às 13:35
link do post | favorito (5)

126 - OS FILHOS, A VIDA, O NIRVANA E EU

[O Pedro ficou em casa, porque passou uma noite chata cheio de tosse. Esta mãe tentou escrever um post]

 

Mãe, ó mãe, mas é urgente!

(queria bolachas)

 

Maiiiiiiiiiiiiii, socorro!

(não sabia do comando da televisão)

 

Mãe, tenho taaaaaaaaaaanta tosse, estou tão doenteeeeeeeeee!

(não está assim tanto)

 

[ o meu bebé cresceu, já se sabe comportar como um homem constipado, quer dizer, muito muito doente]

 

#meus_ricos_filhos

tags:
© Mac às 11:01
link do post | favorito (4)
Terça-feira, 17 de Janeiro de 2017

125 - OS FILHOS, A VIDA, O NIRVANA E EU

A mãe disse ao seu adolescente preferido, que tudo bem ficava a ver televisão até mais tarde, desde que não deixasse na sala a loiça dos petiscos, o balde das pipocas, os papeis dos rebuçados, os pacotes das bolachas e os copos de bebidas. No dia seguinte, a criança preferida da sua mãe desceu mais cedo, era domingo, os pais ainda preguiçavam e foi ver televisão.

 

A mãe preferida desta casa começou o domingo a aspirar pipocas e o milho que nunca rebenta, mesmo com cinquenta horas de microondas, porque o adolescente ainda dormia. Deixei-lhe a loiça para arrumar e papéis de rebuçados para pôr no lixo (com ganas de arrumar tudo, mas resistente).

 

Depois de acordado, o adolescente preferido quis um casaco e veio pedir o casaco no momento zen da sua querida mãe, quando a mãe se estava a maquilhar.

 

Não, não podes ter esse casaco, porque já tens muitos casacos, porque esse casaco é caríssimo, porque não é o teu género e só o vais usar uma vez e porque não.

 

Ó mãe, mas eu preciso de um argumento válido.

 

E eu de paz. Não é não e é o argumento válido.

 

Mas ó mãe.

 

Não!

 

Durante o almoço de domingo, o adolescente aborreceu-se, sentiu-se incomodado com a cadeira que lhe calhou, tencionou ver o telemóvel cinquenta vezes e também tencionou “ir dar uma volta” enquanto o resto da família ainda ia a meio do prato principal.

 

Mas ó mãe quando é que eu tenho idade para não vir a estas coisas?

 

Uma das pessoas mais novas desta família parece que tem um problema gravíssimo de postura e sofre de dores horríveis em cadeiras de restaurantes. Mas já dormiu no chão, ao relento e não se constipou, nem lhe doeu nada. Estava com os amigos.

 

Ó mãe, mas por que é eu não posso ter o blusão?

 

Porque não.

 

Ó mãiiiiiiiiii

 

Parámos ao pé do mar, o adolescente ficou no carro a olhar para o telemóvel.

 

Fomos para casa, o adolescente comunicou-nos que tinha combinado uma coisa com os amigos. Ao pé da praia. Deduzo que se reuniram para olhar para os telemóveis. E ter dores horríveis.

 

Sou bem capaz de me habituar a isto.

 

 

#quemtemumadolescentetemtudo

© Mac às 18:50
link do post | favorito (3)

51 - SEGREDOS QUE PARTILHO PORQUE ME APETECE

 

 

 

  

 

 

Estou a usar a Makeup Eraser há 8 dias e tenho coisas boas para dizer. 

 

Comecei por usar como nos é indicado, ou seja, molhei a toalha e passei na cara, incluindo os olhos, para tirar a maquilhagem, e tirei, sem qualquer sombra de dúvida, a seguir passei com a água micelar e não tinha um pingo de maquilhagem que se visse. Fiz isto durante dois dias, mas muito honestamente, gosto de me maquilhar, mas também gosto da minha rotina de desmaquilhagem e uma das coisas que mais gosto é lavar bem a cara com um gel. Gosto da sensação de limpeza, oxigenação, frescura, eu sei lá, gosto de água com gel e aquele cheiro bom que me dá a sensação de revitalização.

 

Assim passei a fazer a coisa de outra forma. Primeiro desmaquilho os olhos com o bifásico (Garnier ou Lancôme), porque não gostei da sensação da toalha nos olhos (este aspecto é meramente pessoal, acredito que não faça confusão), depois lavo a cara com o gel habitual (tenho usado o Refreshing Gel Cleanser da Clarisonic), passo então a água com a Makeup Eraser, para tirar todo o gel e eventuais restos de maquilhagem. Por fim passo a água micelar (Garnier) e aqui é que noto uma enorme diferença, o primeiro algodão sai completamente limpo, ou seja, antes de usar a toalha, era bem capaz de usar três ou quatro discos de desmaquilhagem, até ter a certeza que tinha a cara bem limpa (só paro de passar algodão com água micelar, quando o algodão já não traz nenhuma maquilhagem). Claro que a seguir continuo a tonificar e hidratar a pele.  

 

Em conclusão: a Makeup Eraser veio poupar-me tempo na rotina de desmaquilhagem, além de me dar a certeza de uma cara completamente livre de maquilhagem. É também uma óptima solução para mini férias e fins-de-semana, porque nos poupa à parafernália de desmaquilhagem e sendo o par de dias, não me preocupa minimamente alterar a minha rotina. 

 

Aprovadíssima.

© Mac às 10:01
link do post | favorito (3)
Segunda-feira, 16 de Janeiro de 2017

39 - MAC E A CALÇADA PORTUGUESA

 

 

 

 e para o dia mais deprimente do ano, uns sapatos cor-de-rosa

 

 

#BlueMonday

tags:
© Mac às 18:39
link do post | favorito (2)

26 - EU GOSTO É DO FIM-DE-SEMANA

 

 

 

até pode estar frio, com este céu tão, mas tão azul, perdoa-se o inverno . fomos ao parque à hora boa, logo a seguir ao almoço, quando já passou o frio da manhã e o da tarde ainda demora e apanhámos sol e ar . depois passámos na remodelada casa sommer, que está um espanto (e quem a viu tão caída em ruínas, agora só se pode deliciar) . e o almoço de domingo foi nos prazeres da carne . eu insisti mais uma vez (não me canso) no risotto de camarões, acompanhada pelos avós, que são da minha equipa, os miúdos foram para os bifes com batatas fritas, claro, e o pai para o bufett de feijoada, que há sempre nos domingos de inverno . passámos o resto da tarde a aproveitar o cheiro do mar e acabámos em casa a fazer vida de sofá, como se quer aos domingos .  por mim era fim-de-semana todos os dias, mesmo com frio de inverno .

© Mac às 10:43
link do post | favorito (2)
Sexta-feira, 13 de Janeiro de 2017

124 - O FACEBOOK, A VIDA, O NIRVANA E EU

Coisas no FB que me fazem perder a fé na humanidade,

 


. Incluírem-nos em grupos, sem sermos vistos, nem achados.

 

[Quer dizer, de repente a pessoa começa a levar com notificações de pessoas que não conhece, sobre coisas que não lhe dizem respeito, nada lhe dizem, se calhar até tem medo e coiso. Não, lamento, mas não tenho nada a ver, nem quero e principalmente não tive qualquer voto na matéria para estar ali com as pessoas que defendem coisas que não me dizem nada, e querem trocar cromos e partilhar fotografias]


[Cada vez que me incluem num grupo com o qual não me identifico, aparece mais uma baleia no areal do Guincho]

 

. Perfis de casal com fotografia e o nome dos cônjuges siameses, como, Maria e Manel Semidentidade, Maria e João Tamosjuntos, Ana e Pedro Melgas, Teresa e António Sonsos, Matilde e Vasco Chatos.


[há uma pessoa que chora por perfil de casal e a pessoa que chora nunca sabe quem está a publicar o quê, não é que seja importante, mas há publicações que não abonam a favor de ninguém, quando não se sabe se é o homem ou a mulher que está a publicar. Aliás não abona a favor de ninguém funcionar como um casal. Qual é o vosso problema? Lágrimas]

 

. Cadeias de partidas muito divertidas, como aquilo em que todas as mulheres combinam publicar uma frase assim "hoje sou umas cuecas azuis" e não podemos explicar nada, mas quem perguntar porque nos sentimos umas cuecas da cor daquele blog tão giro, zás, vai ter de partilhar aquilo, ou pôr um nariz de palhaço numa reunião com o chefe, ou assim, mas pronto, diz que assim contribuímos para o arrefecimento do mundo ocidental.

 

. Frases nunca escritas por Clarice Lispector, Oscar Wilde e Fernando Pessoa.

 

. Sugestões de "Pessoas que Talvez Conheças" e nós a ver que não, não conhecemos, nem queremos.

 

Aos meus olhos, limando estas pequenas arestas e dando umas reguadas nos nós dos dedos das mãos dos que escrevem erros ortográficos, a coisa era bem capaz de ser o paraíso na net.

 


#BirraDeSono

#TelhaDescomunal

#FaltaDeAçúcarNoSangue

#ComeçouMaisUmaDieta

#APessoaSofreDeDieta

#SonhoComMigasERojões

#ChantillyTambém

#EEclairs

tags:
© Mac às 18:13
link do post | favorito (3)

56 - ANDEI NA NET [E POR AÍ] E TROUXE COMIGO

 

. os looks da olivia palermo .

 

[afirmo com uma pequeníssima margem de erro, que nunca lhe vi um conjunto errado, pode-se gostar (eu adoro), ou não, mas nunca comete um erro daqueles ah eu cá usava com uns sapatos assim, ah eu cá punha-lhe um colar assado

 

 

 

 

 

 . o trabalho da minha querida amiga margarida .

 

 

. as minhas decoradoras preferidas, sem qualquer margem de dúvida,

 

 

sá aranha & vasconcelos .

 

 

 

. viterbo .

 

 

 

tereza prego . 

 

 

 

 

 

. duas contas de instagram, splendor in the south e splendidsass .

 

 

 

 

 

 

 . e a frase da semana .

© Mac às 10:50
link do post | favorito (1)
Quinta-feira, 12 de Janeiro de 2017

123 - O TRITURADOR DE LIXO ALIMENTAR, OS FILHOS, A VIDA, O NIRVANA E EU

 

  

 

Estes dias.

 

As quintas-feiras são aqueles dias em que considero que seria perfeitamente normal, prático e saudável, ser a feliz detentora de uma auto caravana (não é por nada, mas em Outubro faço anos). Vejamos o dia que me espera, depois de já ter deixado os miúdos no ensino obrigatório e facultativo: logo a seguir ao almoço, pelas 14.00 vou buscar o mais novo para uma consulta mesmo colada à escola do irmão, mas como calculo que acaba com tempo, regressaremos a casa para lanchar e depois vamos buscar o mais velho às 16.00. Voltamos a casa, para depois levar o mais novo à natação. Regressamos outra vez a casa, para às 19.00 levar o mais velho ao Krav Maga (don't ask, só espero que seja um desvario adolescente de curta duração), regressamos a casa mais uma veeeeez, dou banho ao mais novo, preparo o jantar e às 20.30, vou buscar o mais velho, se o meu marido já estiver em casa, safo-me desta saída. Estou convencida que Mãe é uma profissão de desgaste rápido, o que vale é que rapidamente se passa a avó e aí fica-se só com a parte boa da coisa.

 

Mas não era a isto que vinha, vinha falar do triturador de lixo alimentar. Do melhor, é o que tenho a dizer, depois de uma utilização diária durante 4 anos, sempre a cumprir, não teve avarias até à data, coisa muito importante, já que sou a pessoa habituada a que tudo avaria no primeiro dia após a garantia terminar. Aliás tenho uma teoria da conspiração sobre as avarias assim que as garantias acabam, mas não vou desenvolver, não vá passar por varrida das ideias. Tudo espremido, vale muito a pena, é o que tenho a dizer e os interessados podem ler mais aqui

 

Entretanto arrumei o Natal e pela primeira vez na minha vida tive pena, deve ser porque já sei que a seguir começa a Depressão Pós Natal

 

Na roupa a fórmula: camisolas de gola alta, casacos bem quentes, mocassins/botins e zero acessórios (3 anéis não conta), resulta bem para mim, é confortável e não me gasta tempo, nem me dá aquela certeza absoluta que não tenho nada para vestir.

 

De resto, estou farta do Inverno e estou à espera do Verão, como é hábito todos os anos em todos os Janeiros, Fevereiros e Marços.

© Mac às 11:51
link do post | favorito (1)
Terça-feira, 10 de Janeiro de 2017

38 - MAC E A CALÇADA PORTUGUESA

 

  

 

  

 

frio lá fora, sapatos confortáveis cá dentro

 

(estes amores lindos de sua mac vieram da uterqüe)

 

 

 

[cada vez mais gosto deste género de sapatos (e conseguir ter os miúdos a esta hora em casa neste dia tão invernoso, também). são confortáveis, não me obrigam a malabarismos na calçada portuguesa e não me magoam. gosto imenso de os ver com saias de pregas e calças largas, mas com skinny também ficam giros]

tags:
© Mac às 17:08
link do post | favorito (2)

122 - OS FILHOS, A VIDA, O NIRVANA E EU

Dentro de uma cama adolescente é trivial, frequente e perfeitamente normal, encontrar revistas de BD, meias, papéis de bolachas, meias, pratas de bombons, meias, calças de treino, meias, t-shirts, migalhas e meias. Não tudo ao mesmo tempo, nem por esta ordem, mas um pouco de cada vez. E sempre um par de meias. Ou uma meia sozinha.

 

[espanta-me ainda não ter encontrado ossos de frango, ténis e bolas de futebol, mas estou receptiva a novas situações]

 

#‎quemtemumadolescentetemtudo

‪#‎meus_ricos_filhos‬

tags:
© Mac às 09:50
link do post | favorito (2)
Segunda-feira, 9 de Janeiro de 2017

25 - EU GOSTO É DO FIM-DE-SEMANA

 

 

 

 

 

cinco coisas que me bastam nos fins-de-semana . céu azul, a minha família, dormir até mais tarde, roupas confortáveis e comida boa . e foi assim que este foi . frio e céu azul . a "minha" fórmula infalível de conforto, de preferência em branco, camisolões, casacos quentes, skinny e loafers . um almoço de hambúrgueres para uns e sushi para outros, num dos restaurantes que gosto mais com aquela hiper esplanada sobre o mar, e eu gosto de muitos, é verdade . a melhor açorda do mundo para outro almoço . e passeios por aí . foi perfeito assim .

© Mac às 10:03
link do post | favorito (1)
Sexta-feira, 6 de Janeiro de 2017

55 - ANDEI NA NET [E POR AÍ] E TROUXE COMIGO

 

 . usar casacos e blazers com cintos de pele  .

 

 

 

. (quase) todas as formas de usar lenços .

 

 

 

 

 . misturar peças antigas com modernas . 

 

 

 

 

 

 . a receita dos scones da rainha isabel .

 

 

 

. 13 refeições saudáveis .

 

 

 

 

 

 

. a frase da semana .

 

 

 

 

 

. e para o fim-de-semana, que dizem vai ser muito frio, quero passeios longos, pôr as leituras em dia, roupas quentes e confortáveis, beijos e abraços .

© Mac às 14:55
link do post | favorito
Quarta-feira, 4 de Janeiro de 2017

121 - O HUAWEI, A VIDA, O NIRVANA E EU

 

 

 

 

 

 

  

 

Quem me acompanha ali no Facebook sabe que deixei o iPhone pelo Huawei por muitos motivos: saturação, sensação de prisão, funcionamento lento (dele, não meu), em suma por ter chegado à conclusão que era um equipamento demasiado caro para a qualidade que se pretendia, mas não tinha. Não foi um processo rápido, não senhora, ia no segundo iPhone, a pensar saltar para o terceiro, mas aí a coisa deu-se. Os motivos que me levaram a mudar de modelo foram sempre os mesmos, o telefone tornava-se leeeeeeeeeento, apesar de ter algum cuidado com as aplicações, nunca ter muitas fotos e ir limpando o que se pode limpar, a verdade é que sempre que a Apple faz actualizações do sistema operativo, torna os equipamentos mais antigos (e não é preciso muito para ser antigo aos olhos da Apple) uma pasta com pouca capacidade para aguentar as (muitas) actualizações.

 

E a pensar que precisava de outro telefone, acabei por bater com os olhos no Huawei, que ainda por cima vinha com uma câmara Leica agarrada. Ora como nunca achei as câmaras do iPhone nenhuma maravilha, mesmo se tratando de um telemóvel, este factor Leica teve um grande peso na minha decisão. Muito honestamente para o meu tipo de utilização há três factores fundamentais num telemóvel: fazer e receber chamadas (diz que é para isso que serve), aceder com facilidade a n aplicações e tirar fotos aceitáveis, porque nem sempre tenho a câmara comigo (nem é prática) e acho tudo muito fotografável.

 

Optei então pelo Huawei P9 e estou a gostar imenso. Para quem vem do iPhone quase não sente a diferença, o interface é basicamente idêntico com pouquíssimas e irrelevantes diferenças, é muito mais rápido, tira fotos melhores e não está sujeito às cinquenta restrições, actualizações e nhonhozices da Apple, ou seja mudei e estou a gostar imenso e quase que juro que nunca mais me apanham com uma maçã nas mãos.  

 

 

»»» • «««

 

As fotos foram todas tiradas aqui (adoro o Risotto de Camarão, mas é tudo bom) com o Huawei P9, que como é lógico não têm a qualidade das fotos tiradas por uma boa câmara, mas para registos comuns têm uma qualidade bastante aceitável e até superior à de algumas câmaras. Agora falta-me testar a qualidade das selfies da praxe, pratos de comida, pés descalços e calçados com sapatos giros, mãos a segurar vernizes e miúdos em movimento.

© Mac às 10:27
link do post | favorito
Terça-feira, 3 de Janeiro de 2017

120 - OS FILHOS, A VIDA, O NIRVANA E EU

  

 

 

 

 

Por estes dias. Foram dias de brincar com os brinquedos novos, passeios em dias frios com céu azul, almoços de pizzas ao pé do mar, tardes no parque e lanches em casa dos avós, com aquele bolo da avó, as bolachinhas da avó [*], na sala da avó. Foram as férias de Natal dos meus filhos e eu não tinha pressa nenhuma do regresso às aulas.

 

 

[*] Eu acho que os avós têm artes mágicas para descobrir bolachas e tenho a certeza que algumas só estão nas prateleiras dos supermercados, quando os avós lá vão, é que por acaso, eu também vou ao supermercado e nunca vejo as bolachas que os avós arranjam, nunca.

tags: ,
© Mac às 09:39
link do post | favorito (3)
Segunda-feira, 2 de Janeiro de 2017

01 - DOS RECOMEÇOS

  

 

 

não me envergonha por aí além que com a idade, a vida, ou lá aquilo a que se possa atribuir culpas ou não culpas, constatações, ou o que se quiser, comecei a precisar de recomeços e renovações . com elas vem a esperança de mais e melhor . mais amor, mais pessoas, mais abraços, mais presenças . mais do que é bom nesta vida . não é que a vida seja má, tem coisas . às vezes muitas coisas . começar o ano traz-me a esperança dos recomeços . dantes eu não precisava de recomeços . nem sequer os achava necessários . também não precisava dos outros, achava eu . nem sequer sabia o que é isto de amar desta maneira os filhos . ainda não os tinha . não sabia nada . passar o ano, o mês ou a semana, era exactamente o mesmo , só com a diferença que na passagem do ano havia festa rija até desoras . agora não há festa rija, mas preciso desta linha invisível que me dá uma cadência à vida . preciso das minhas pessoas . preciso de desejar e ouvir bom ano

 

 

obrigada por estarem aí 

um bom ano 

tags:
© Mac às 11:30
link do post | favorito (2)
Sexta-feira, 30 de Dezembro de 2016

07 - BALANÇOS, RETROSPECTIVAS, PREVISÕES E ISSO

 

  

 

 

do balanço do ano velho: eles foram (e são) o melhor do meu ano (e da minha vida)

dos desejos para o novo ano: eles comigo, sempre

 

 

[estava para aqui a pensar se faço um balanço assim muito balanço do meu ano, mas não o acho suficientemente interessante aos olhos dos outros, para lhe fazer um balanço muito balanço, se explano as resoluções, que ainda não tomei e duvido que nesta altura do campeonato, vá tomar e tomando, sou pessoa para fazer o que sempre fiz, não as cumpro, depois pensei em listar os meus projectos, que não dizem nada aos outros, se faço uma lista do melhor do ano, do pior e do assim assim, quando o resto do mundo está como se sabe . o meu ano na bolha não foi assim uma coisa muito má (graças a Deus), aliás foi muito bom, foi um ano pacífico, gostei dele, foi agradável, sem sobressaltos, nem surpresas desagradáveis e teve-se saudinha, que isso sim, é mesmo importante . e depois eu sei e sempre soube, que o melhor do meu ano, de todos os anos passados e dos que estão para vir, são os meus filhos e esta minha família . eles são a minha esfera gravitacional, o que me move, para quem eu gosto de viver e estar bem, chamem-lhe dependência, é sim e eu gosto tanto dela, que até a alimento e cuido . quanto ao resto, é vida para viver com coisas boas, coisas más, coisas para resolver, coisas irresolúveis, pessoas que quero manter, outras que quero bem longe, em suma, vida]

 

 

minhas pessoas queridas, desejo de todo o coração que tenham um 2017 espectacular, cheio de coisas boas, que sejam felizes, tenham amor bom e se realizem.

 

um bom ano!

© Mac às 10:39
link do post | favorito (2)
Quarta-feira, 28 de Dezembro de 2016

06 - BALANÇOS, RETROSPECTIVAS, PREVISÕES E ISSO

 

 

 

 

Nesta altura do ano que aparecem os Balanços, planos, resoluções e isso, resolvi fazer o Balanço do meu ano em cremes, maquilhagem e auxiliares diversos, um Balanço tão válido, sério e enxuto, como outro qualquer.

 

Alguns produtos que usei em 2016 e foram uma agradável novidade, outros já vinham de 2015 e repeti-os e ainda outros já vinham lá das calendas e repito-os anos após anos, ou seja, são os produtos de que gosto tanto, que daqui não saem, daqui já ninguém os tira, vieram para ficar e repito e repito e volto a repetir. Portanto acabei por fazer um apanhado daquilo que aos meus olhos é bem bom (apesar de já ter falado em todos), porque aquilo que é bom para mim, também poderá ser para vocês:

 

 

Eau de Beauté, Caudalie (fecha os poros e fixa a maquilhagem muito bem) • o Pureness Blemish Clearing Gel, Shiseido (acaba com a borbulha inoportuna) • La Base Pro, Lancôme (pré base, que faz de cada base, a maravilha das maravilhas) • Liquid Gold, Alpha H (esfoliações químicas) • Clarisonic (limpeza da pele, amo) • Água Micelar, Garnier (depois de experimentar algumas águas micelares, cheguei a esta com a melhor relação qualidade/preço, não a largo por nada) • Creme de corpo Eau Ressourçante, Clarins • verniz e Velvet Noir Major Volume Mascara, Marc Jacobs • Beauty Blender e Blotterazzi • Fix It, Dior (milagre anti olheiras e fixa batom)  • Gimme Brow VolumizingBenefit (sobrancelhas bem definidas) • Tangler Teezer (escova lindamente quase sem tirar cabelos, que não precisam de ser arrancados, mesmo quando estão molhados) • as 3 Máscaras de ArgilasL'Oréal Paris (adoro o conceito multimask) • a Terracotta Light, Guerlain (deve ser o produto que uso há mais anos, desde o tempo em que nem sequer se podia considerar que me maquilhava, mas gostava de dar um toque na cara quando saia à noite) • o Mat Lumiere Compact, Chanel (outro produto que vem lá das calendas e ficou para não mais ir embora) • e o 10 seconds, sensai (para dar um ar de pessoa bem dormida, quando se calhar estou acordada desde as 5 e deitei-me às 4)   

 

 

[e não menos importantes, 2 amores recentes, mas que cada um à sua maneira já conquistaram o meu afável coração, as camisolas baby wool da Mo e aqueles botins da Stradivarius (os que tenho calçados são da Zara, do ano passado)]

© Mac às 11:59
link do post | favorito (2)
Terça-feira, 27 de Dezembro de 2016

104 - O NATAL JÁ ERA, LAI LAI LAI, DÚVIDAS BIPOLARES E COISAS ASSIM

 

 

 

 

 

 

 

 

foi um natal cheio de beijos e abraços, bocados de afecto a pensar neste e naquele, bolachinhas e leite para o pai natal, e papéis rasgados . foi-se mais uma dieta, não faz mal, o natal são dois dias (é um, mas faz de conta) e o ano tem 365 . foram muitos feliz natal aos que amamos, muitas promessas e muitos cumpridos . foram mais umas velas, um bacalhau e um peru . e foi um natal bem bom . por mim era todos os dias natal, mas com saladas, granola e cenas magras, e a família toda à mesa . e a menos de um mês do verão . mais coisa, menos coisa .

 

 

 

[vivo uma eterna, previsível e cansativa dualidade com o natal . uma pessoa anda aí um mês em estado de pura e cândida felicidade polvilhada a dourados cintilantes com os olhos a piscar e a boca em permanente sorriso alvar, a preparar tudo e tudo, a planear todos os pormenores, a correr todas as lojas, munida de listas de presentes, de tarefas, de tudo e tudo, para depois de ter tudo lindo e preparado e brilhante, a coisa durar um dia e rapidamente regressar à realidade sem brilhos, luzes a piscar, laçarotes encarnados, bochechas rosadas e bocas sorridentes, desejos de felicidade e saudinha, tudo de bom e isso . tenho a certeza que sofro de depressão pós natal - alô, psiquiatria, mais um síndrome a estudar com carinho, sim? - para mim, há o ano à espera do verão, suportável antes do natal, e depois há o ano à espera do verão, insuportável depois do natal . é a segunda metade que se me apresenta pela frente, portanto . já o disse]


© Mac às 12:02
link do post | favorito (2)
Sexta-feira, 23 de Dezembro de 2016

103 - É NATAL, É NATAL, LAI LAI LAI, LARAILAILAI

 

 

 

 

luzinhas a piscar . chocolates na árvore . taças com pinhões, passas e figos . last christmas i gave you my heart . tira isso, 'plo amor da santa . all i want for christmas is you . merry christmas mr laurence . põe lá outra vez . a sala quentinha a cheirar a doces e canela . as velas que quero acesas e que os mais novos insistem em cantar os parabéns e apagar . os fritos na cozinha . o exaustor ao máximo e as janelas a escorrer humidade . o cheiro bom dos arranjos com verduras da época . muitas pinhas e nozes . os mesmos filmes todos os anos . o bacalhau que já ninguém aguenta e o peru que ninguém quer . não, hoje não há hambúrguers, mas há sopa . queres sopa? os papéis e fitas, os brinquedos sem pilhas e temos pilhas para isto?

 

. e eu gosto tanto disto tudo, que sou pessoa para repetir todos os anos, para o resto da minha vida .

tags:
© Mac às 09:34
link do post | favorito
Quinta-feira, 22 de Dezembro de 2016

54 - ANDEI NA NET [E POR AÍ] E TROUXE COMIGO

 

. todas as variações de cinzento .

 

  

 

 

. uma camisola de lã de merino extrafina (super macia), uma água de colónia mo for her (bem leve, com um óptimo cheiro), uma entrevista e 365 dias para planear . 

 

 

 

 

 . as blotterazzi, que já fazem parte do meu estojo de sos e que substituem os lenços de papel para absorver eventuais brilhos na maquilhagem (e laváveis), sem tirar um pingo de maquilhagem . 

 

  

 

 

. ideias para decorar a mesa de natal .

 

 

 

 

. os sete erros a evitar quando cozinhamos o peru de natal .

 

 

 

 

. pais natais de chocolate para decorar a árvore e deliciar os mais pequenos .

 

 

 

 

. esta casa .

 

 

 

 

 . a frase da semana .

 

 

 


 

. e claro, um muito, muito feliz natal para todos, cheio de coisas boas, sonhos doces e realizáveis, azevias, bolo rei, meias quentinhas, saúde, vida boa e tudo de bom . 

© Mac às 12:58
link do post | favorito
Terça-feira, 20 de Dezembro de 2016

139 - CROCHÉ, COLAGENS, TRICÔ, FILET, BRICOLAGE E COISAS ASSIM

 

 

 

 

 

Há já algum tempo que andava a querer experimentar forrar uma cadeira e como a cadeira do quarto do Pedro ainda tinha o forro da decoração de bebé, resolvi que era a minha oportunidade. Já tinha forrado umas banquetas, mas muito honestamente, é tão fácil que não conta. Queria-a forrada com vários tecidos e de acordo com as cores do resto do quarto (aqui), basicamente azul claro, encarnado e azul mais escuro.

 

 

 

 

Comecei por tirar o antigo forro, que detestei, confesso. Tinha sido forrada pela pessoa que me trata de estofar o que é de estofar e estava cheia de agrafos, alguns com ferrugem, deduzo eu das n lavagens a que a cadeira foi sujeita. Estive quase para desistir, mas a vontade de forrar como tinha idealizado sobrepôs-se à estafa de arrancar aquilo tudo e a verdade é que valeu a pena. Se tivesse cortado o antigo forro de qualquer maneira, tinha muito mais trabalho depois. O antigo forro serviu-me de moldes para o novo e acabei por forrar a cadeira apenas numa tarde. Outra coisa boa em ter tido paciência a tirar o antigo forro, foi perceber como se forra uma cadeira, as etapas, o que se faz primeiro, o que se segue, etc. Fui tirando fotografias a alguns pormenores, antes de desmanchar, como por exemplo, como estavam feitos os cantos dos braços, os cantos do assento, etc. 

 

 

 

 

 

 

Não vou descrever todo o processo, porque calculo que cada cadeira tem uma forma diferente de ser forrada e acho que quem resolve meter-se nisto fará como eu fiz. A melhor indicação que posso dar a quem, como eu, é novato nestas andanças, é que siga o trabalho que estava feito na cadeira que pretende forrar, assim não há nada que enganar.

 

No entanto fica a lista dos materiais necessários,

. tecidos

. agrafador de estofador com agrafos 10 mm . aki

. martelo e alicate

. máquina costura (caso se ponham cordões, foi o meu caso)

. cordões de estofador para forrar, ou fio de estore . retrosarias

 

 

 

 

© Mac às 16:44
link do post | favorito (1)
Segunda-feira, 19 de Dezembro de 2016

102 - É NATAL, É NATAL, LAI LAI LAI, LARAILAILAI

 

 

 

 

 

Para o jantar de Natal deste fim-de-semana com amigos, fiz mais umas coroas de eucalipto, mas mais pequenas do que aquelas que mostrei, e que pus em cima dos guardanapos. Depois pus alguns vidros com velas pequenas no centro da mesa, e decorei-os com ramos de eucalipto e gilbardeira. 

 

 

 

 

 

 

 

 

Acima de tudo queria que a mesa ficasse com um ar simples e despretensioso, mas bastante luminosa. Acho que consegui. 

 

 

  »»» • «««

 

 

 

 

 

Já agora uma dica sobre a Mousse de Chocolate, que se calhar toda a gente já sabe, mas como continuo a ver mousses quase líquidas, ou mousses desmaiadas com o fundo aguado (pelo amor da Santa!), não custa deixar aqui: se substituirmos o leite por 200 ml de natas, a mousse fica bem cremosa e encorpada. Ah e tal e as calorias que para aí vão com natas! Olha eu muito ralada.

 

. 100 g de açúcar baunilhado

. 6 ovos

. gotas de limão

. 1 pitada de sal

. 200 ml natas 

. 150 g de manteiga

. 300 g de chocolate para culinária (uso o Pantagruel)

 

Versão Bimby

Pese o açúcar e reserve.

Separe as gemas das claras e reserve.

Ponha a “borboleta” no copo, coloque as claras com uma pitada de sal e umas gotas de limão, e programe 6 min/vel 3,5. Quando faltarem 30 s deite pelo bocal 3 c de sopa do açúcar reservado. Retire a “borboleta” e deite as claras em castelo numa taça.

Sem lavar o copo deite as natas, as gemas, o restante açúcar, a manteiga e programe 5 mn/ vel 4/ 80º. Coloque o chocolate partido, deixe que amacie e programe  15s/ vel 6.

Misture com as claras reservadas, passe para a taça de servir e leve ao frigorífico por 3 horas.

 

Versão tradicional

Pese o açúcar, a manteiga e o chocolate.

Separe as gemas das claras e bata as claras em castelo, às quais juntou uma pitada de sal e umas gotas de limão. Nos segundos finais junte c de sopa do açúcar pesado. 

Em banho-maria, bata as natas com as gemas, a manteiga e o restante açúcar. Quando tiver um creme, junte o chocolate partido, até que se dissolva.

Misture com as claras reservadas, passe para a taça de servir e leve ao frigorífico por 3 horas.

 

 

 

»»» • «««

 

. velas . Ikea

. toalha . Zara Home

. vidros do centro da mesa . Docinho de açúcar

 

 

»»» • mais mesas de Natal, aqui

© Mac às 13:21
link do post | favorito (2)

24 - EU GOSTO É DO FIM-DE-SEMANA

 

 

 

passeios a pé, para aproveitar estes dois dias de um sol com este céu tão azul (tão bom), muito jardim, almoços em família e jantares de natal com os amigos . a casa decorada para o natal, os presentes todos embrulhados, as últimas compras para a ceia planeadas e o natal já aqui à porta . é já para a semana a festa que me gasta (e eu gosto) quase dois meses a preparar . foi um fim-de-semana que já me soube a dia de natal, como se tivéssemos saído para aquele café num dos sítios que abre no dia 25 . e estava sol, como está sempre no dia de natal . tão bom .

© Mac às 09:19
link do post | favorito
Sexta-feira, 16 de Dezembro de 2016

53 - ANDEI NA NET [E POR AÍ] E TROUXE COMIGO

 

. o casaco encarnado .

 

  

 

 

 

. uns sapatos azuis com o salto paixão do momento e uma mala da burberry que fui buscar aos confins do meu armário (e me acompanhou na gravidez do mais velho, portanto há 17 anos), para usar com muito preto . um lenço preto que faz parte dos valores seguros, a "minha" vogue e o eterno miss dior .

 

[adoro, quando passados muitos anos, volto a usar algumas roupas e acessórios, daqueles que foram ficando porque sim]

 

 

 

. os posters da desenio .

 

 

  

 

 

 . esta casa . 

 

 

 

 

 . árvores de natal para espalhar por aí .

 

 

 

 

 . o marina sushi bar by gordinni, para os almoços de domingo .

 

 

 

 

 

. e a frase da semana .

© Mac às 12:36
link do post | favorito (1)
Quinta-feira, 15 de Dezembro de 2016

138 - CROCHÉ, COLAGENS, TRICÔ, FILET, BRICOLAGE E COISAS ASSIM

E para terminar o assunto arranjos de Natal, acho eu, aqui ficam as coroas que fiz. Só usei plantas naturais, porque apesar de não durarem muito, ainda menos de um ano para o outro, são as que dão melhores resultados, tanto em termos de cores, como cheiro, que é impossível conseguir com ramagens de plástico ou pano.

 

 

 

 

 

Duas coroas só com uma fila de eucalipto e super fáceis de executar.  

 

 

Materiais:

. 2 ramagens de eucalipto grandes (para uma coroa) . Mercado da Vila de Cascais

. arame galvanizado . Leroy Merlin

. arame verde de jardineiro . Leroy Merlin

. alicate para cortar arame, alicate e tesoura para jardinagem . Leroy Merlin

. luvas de borracha ou latex (a seiva do eucalipto é muito pegajosa) 

 

 

 

  Damos a forma ao arame, com a ajuda de qualquer objecto cilíndrico, que tenha as dimensões pretendidas (basta colocar o arame à volta e fecha-lo com um alicate) . Depois de termos a nossa base de arame já moldada, enrolamos o primeiro ramo de eucalipto, começando pela ponta do ramo (a parte mais frágil e mais fácil de enrolar no arame), que prendemos ao círculo de arame com um pouco de arame verde. Quando já tivermos coberto metade do diâmetro do círculo de arame, cortamos o excesso de ramagem e prendemos ao círculo com um pouco de arame verde. Fazemos o mesmo com a segunda ramagem, de forma a cobrir os resto do círculo de arame.

 

E já está.

 

 

 

 

   »»» • «««

 

 

 

 

Tenho esta coroa de ramos secos há muitos anos e resolvi decora-la com uns ramos agora para o Natal. Quando acabar o Natal, tiro as decorações e regressa à cozinha, simples como é.

 

Materiais:

. coroa de ramos secos . Horto do Campo Grande

. 4 ramos pequenos de eucalipto

. 8 ramos pequenos de oliveira . jardins, hortos, floristas

. 6 ramos de gilbardeira . jardins, hortos, floristas

. arame verde de jardineiro 

. fita de tecido . retrosarias

. luvas de borracha ou latex (a seiva do eucalipto é muito pegajosa) 

 

 

 

 

 

 

Para cada ramo, juntamos 4 raminhos de oliveira, 

 

 

 

 

e depois sobrepomos 2 ramos de eucalipto e 3 de gilbardeira. Atamos com arame verde e fechamos. Ficamos à coroa de ramos com mais um pouco de arame. Fazemos o segundo ramo e fixamos à coroa. Atamos uma fita, para tapar as terminações dos ramos.

 

E já está.

 

 

 

 

»»» • «««

 

 

 

 

 

Por fim, juntei os restos numa cesta da lenha e deixei-a assim mesmo a decorar aquele canto.

 

 

Tenho a casa com um óptimo cheiro a Natal.

 

 

»»» Ideias para coroas, aqui «««

 

 

© Mac às 09:08
link do post | favorito (5)
Terça-feira, 13 de Dezembro de 2016

101 - É NATAL, É NATAL, LAI LAI LAI, LARAILAILAI

 

 

 

 

Gosto de ver qualquer suporte nos arranjos de Natal, tanto os alusivos à época, como outros. Aos meus olhos ambos resultam muito bem, porque as folhagens escolhidas têm muito a ver com a época, assim acho que tudo funciona muito bem.  

 

 

 

 

 

 

Neste caso usei um trenó que tem por dentro um suporte com rede próprio para fazer arranjos, mas se não tivesse, usaria a tal esponja de florista. Usei ramos de pinheiro e cedro para fazer o "leque" e à frente pus 3 ramos de oliveira, 2 pinhas do lado esquerdo e à direita um ramo de cotoneaster (também conhecida como o azevinho sem picos).

 

 

 

 

 

 

»»» • «««

 

. ramos de pinheiro, cedro, oliveira, cotoneaster e pinhas . jardins ou floristas

. esponjas de florista . Mercado da Vila de Cascais

tags: ,
© Mac às 10:03
link do post | favorito (1)
Segunda-feira, 12 de Dezembro de 2016

100 - É NATAL, É NATAL, LAI LAI LAI, LARAILAILAI

 

 

[Comecei por fazer um post com os arranjos todos que fiz para este Natal, mas como ia ficar muito longo, dividi-o. Deixei para este apenas os arranjos que fiz para a entrada]

 

Gosto muito de decorar a casa para o Natal e fazer arranjos com elementos naturais, além de perfumarem a casa, têm umas cores que é impossível conseguir com flores e plantas artificiais. 

 

 

 

 

 

 

 

Habitualmente uso ramos de pinheiro, eucalipto, abeto, cedro, oliveira, azevinho, gilbardeira (que como também tem bagas encarnadas substitui bem o azevinho), pinhas, anis estrelado e paus de canela, e da conjugação de quatro ou cinco elementos destes, sai sempre qualquer coisa visualmente agradável e muito bem cheirosa. 

 

 

 

 

 

 

 

Como são elementos naturais e para os arranjos ficarem bem fixos, uso esponjas de florista, que rego bastante, depois de terminar o arranjo. Apesar de serem plantas que duram bastante após corte, se tiverem alguma água, conservam os tons naturais por mais tempo.

 

 

 

 

 

 

Distribuí pelos quatro cantos do vaso, os ramos de pinheiro, de cada lado os ramos de cedro. Na segunda camada pus os ramos de oliveira intercalados com os de eucalipto, e no meio a gilbardeira e as pinhas.

 

 

 

 

    

 

 

 

 

»»» • «««

 

. ramos de pinheiro, eucalipto, abeto, cedro, oliveira, azevinho, gilbardeira e pinhas . jardins ou floristas

. esponjas de florista . Mercado da Vila de Cascais

. vasos . Hortijardim

© Mac às 15:00
link do post | favorito (1)

 

 

  

   

No Facebook,

  

 

mytaste.pt

≈ About me

≈ Pesquisar no blog

 

≈ Arquivo

As fotografias publicadas são da minha autoria, salvo algumas excepções.

Agradeço que me informem, caso alguma esteja protegida por copyright.

Retirá-la-ei imediatamente.